icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/07/2014
14:55

Após a paralisação da Copa do Mundo, o Campeonato Chinês volta no próximo final de semana com jogos importantes na rodada. Atual tricampeão da competição, o Guangzhou Evergrande, do atacante brasileiro Elkeson, ex-Botafogo, disputa o clássico da rodada contra o Shandong Luneng, dos brasileiros Vagner Love, Aloísio, do argentino Montillo e do técnico Cuca. Elkeson, artilheiro do campeonato, com 12 gols, comentou sobre o sucesso da equipe e falou das contratações feitas no período de paralisação.

- Nossa equipe vem jogando com a mesma base há anos e esse tem sido um dos nossos diferenciais em campo. Infelizmente perdemos um grande companheiro que foi o Muriqui, que já é ídolo da torcida e construiu uma bonita história aqui no clube. Mas a diretoria foi ao mercado para buscar um substituto de peso e trouxeram o Gilardino que já está treinando conosco. Ele é um atacante de muita qualidade. Temos um jogo importante contra uma equipe muito bem treinada pelo Cuca e temos que fazer uma partida inteligente - afirmou.

Outro brasileiro, também ex-Botafogo, que estará em campo é Rafael Marques. O atacante retorna contra o Beijing Guoan, vice-lider do Campeonato Chinês. Contratado no início do ano pelo Henan Jianye como principal reforço para a temporada, Rafael confia que pode ajudar a equipe a subir na tabela.

- Não fizemos um bom início de campeonato e agora temos que correr atrás dos pontos perdidos. Teremos um jogo difícil contra o segundo colocado da competição, mas vamos jogar em casa e com o apoio de nosso torcedor vamos buscar os três pontos - ressaltou.

Hyuri é outro jogador da legião de ex-alvinegros na China que estará em atuação. Seu clube, o Guizhou Renhe, enfrenta o Harbin Yiteng, último colocado da competição. Querendo se aproveitar do péssimo momento de seu adversário, o atacante busca a vitória para diminuir a vantagem dos líderes.

- A parada para a Copa do Mundo foi muito proveitosa para nossa equipe. Fizemos uma intertemporada muito boa e acredito que vamos voltar melhor nesse segundo semestre. A Copa nos proporcionou acompanhar variações táticas implantadas pelas seleções - ressaltou Hyuri, artilheiro do Guizhou Renhe.