icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
16/07/2014
09:46

O ex-atleta paralímpico Oscar Pistorius se envolveu em uma confusão na noite do último sábado em uma casa noturna. O corredor biamputado está sendo julgado por matar sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp. Após a divulgação do acontecido e de declarações por parte do outro indivíduo envolvido, Leo Pistorius, tio de Oscar, emitiu uma declaração oficial em nome da família.

– Isso, acreditamos, explica um pouco de seu comportamento de se auto-prejudicar. Nós acreditamos que Oscar está lidando com um extremo nível emocional de pânico e manifesta isso com suas recentes escolhas e ações – diz o tio Leo Pistorius.

Leo Pistorius ainda falou do estado emocional fragilizado de seu sobrinho, alegando que suas ações só mostram o quanto ele está sozinho e alienado, além de passar por um forte estresse emocional por conta do fim de seu julgamento que se aproxima.

Jared Mortimer, com quem o sul-africano teria discutido, declarou a imprensa que o motivo da confusão entre os dois foram ofensas feitas por Oscar a família do presidente da África do Sul, Jacob Zuma. Porém, Leo nega que Oscar tenha feito isso, já que estudou com os filhos de Zuma, além de ser amigo deles.

– Queremos afirmar categoricamente que não há absolutamente nenhuma verdade às afirmações deste homem que Oscar, por exemplo, insultou o presidente da África do Sul ou se vangloriou sobre a chamada influência da nossa família.

Oscar Pistorius é acusado de matar a própria namorada no Dia dos Namorados, em 2013, em sua casa. Ele se defende dizendo que pensava ser um ladrão que tentava invadir sua casa. Seu julgamento está marcado para recomeçar em 7 de agosto, com os argumentos finais.