icons.title signature.placeholder Pedro Barboza
06/04/2014
18:36

A insatisfação do Flamengo com a arbitragem comandada por Rodrigo Nunes de Sá no clássico contra o Vasco, neste domingo, foi tão grande que o presidente do clube, Eduardo Bandeira de Mello, foi à sala de coletivas falar. Para ele, o Vasco tentou pressionar o árbitro e o Fla foi prejudicado.

– Boa noite. A razão de estar aqui é por conta da arbitragem. Vocês viram o que aconteceu, não entendemos a pressão do Vasco contra a arbitragem. O gol deles foi em uma falta no Felipe e teve um pênalti no Samir. Quanto à expulsão, o jogador teria de ser expulso no puxão ao Gabriel. O fato estranho é que o jogo foi apitado pelo zagueiro do Vasco (Rodrigo). Isso é inaceitável para mim – disse o mandatário, lembrando do jogo no turno do Carioca, quando o assistente Rodrigo Castanheira não validou gol de Douglas:

- Naquela partida o árbitro não cometeu erro algum e foi traído pelo assistente. Mas quando viu que cometeu o erro, inverteu laterais e tudo mais, mas isso não vem ao caso. Naquele dia realmente houve um erro por parte do assistente.