icons.title signature.placeholder Fellipe Lucena
26/04/2014
20:11

Como esperado, o atacante Alan Kardec não vai defender o Palmeiras no jogo contra o Fluminense, às 21h deste sábado. A delegação alviverde chegou ao Pacaembu sem o goleador, que queixou-se de gastrite na quinta-feira, abandonou o treino antes do fim, e no dia seguinte nem apareceu na Academia de Futebol. Sem o seu principal jogador, que negocia com o São Paulo e já acertou salários, Gilson Kleina armou o time com três volantes.

O veto a Alan Kardec não partiu do departamento médico. Em avaliação pela manhã, foi constatado que o problema estomacal não está mais atrapalhando. O clube não informou, porém, se a decisão foi da comissão técnica, da diretoria ou do próprio jogador. O diretor-executivo José Carlos Brunoro não parou para falar com os jornalistas.

- Mais tarde - limitou-se a dizer o dirigente, que passou pela zona mista do estádio municipal segundos depois de Gilson Kleina, outro que ficou em silêncio.

O time está armado no 4-4-2, com três volantes. Jogarão: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Tiago Alves e Juninho; Marcelo Oliveira, Josimar, Wesley e Valdivia; Marquinhos Gabriel e Leandro. Outra baixa entre os titulares é o meia Bruno César, que sofreu uma lesão na coxa e ficará ao menos um mês em recuperação.

A movimentação de público é muito pequena. Em sua maioria furiosa com a possibilidade de perder Alan Kardec para o rival, a torcida, ao menos até o momento, não manifestou-se contra o presidente Paulo Nobre.