icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo Knopf
24/03/2014
07:50

O empate de 1 a 1 conquistado pelo Paulista na tarde desse domingo, contra o Bragantino, no Estádio Jayme Cintra, pelo Campeonato Paulista, sacramentou uma incrível série de resultados negativos da equipe de Jundiaí. O Galo de Japi completou exatos 200 dias sem triunfar.

A última vitória do Paulista aconteceu há mais de seis meses, no longínquo 4 de setembro de 2013. Na ocasião, a equipe jundiaiense bateu o União Barbarense por 4 a 0, em jogo válido pela Copa Paulista.

De lá para cá, o Galo de Japi disputou 17 partidas oficiais. Foram 12 derrotas e cinco empates. O empate diante do Bragantino, assim, serviu apenas para coroar a desastrosa campanha que resultou no rebaixamento da equipe à Série A2 do Campeonato Paulista. O time somou apenas quatro pontos na competição, ficando na lanterna geral.

Segundo o assessor e supervisor de futebol do Paulista, Gabriel Goto, a preparação do time de Jundiaí para a disputa deste Paulistão começou em novembro do ano passado. A atuação conjunta dos jogadores, na opinião dele, foi o principal motivo do baixo aproveitamento.

– A gente começou o planejamento para este Paulistão em novembro de 2013. Mas foi só durante o campeonato que vimos que a montagem da equipe não tinha acontecido como esperávamos. Individualmente, os jogadores tinham qualidade, mas o conjunto não deu liga – disse Goto.

– Acho que houve um erro nosso. Não dá para falar que foi só dos atletas. Foi erro da diretoria e do time que não correspondeu dentro de campo – concluiu.

Rebaixado para a Série A2, o Paulista aguarda por próximos desafios ainda nesta temporada. A disputa da Copa Paulista está prevista para o início do segundo semestre e deve ser o grande foco do Galo neste resto de 2014.

– Nossa intenção agora para o segundo semestre é focar na Copa Paulista e no Campeonato Paulista Sub-20 – finalizou o dirigente.