icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
01/02/2015
10:00

Destaque do Palmeiras na vitória por 3 a 1 sobre o Osasco Audax com assistências para os gols de Leandro Pereira e Robinho, nesse sábado, o meia Allione foi muito elogiado por Oswaldo de Oliveira. O técnico identificou uma evolução no jovem argentino: a conclusão das jogadas.

- O Allione é um jogador com características muito particulares. Ele tem um excelente trato com a bola, é muito veloz e tem uma visão de jogo muito boa, mas no momento do passe, da jogada decisiva, estava se precipitando. A gente estava tentando sintonizá-lo, e eu fiquei muito feliz ao ver o passe que ele fez para o Robinho no segundo gol. Antes, ele já teria tentando o drible, uma jogada mais aguda, mas esperou o companheiro entrar na área - comentou Oswaldo.

Allione terminou 2014 em baixa. O jogador de 19 anos, contratado do Vélez (ARG) a pedido de Ricardo Gareca, perdeu a confiança de Dorival Júnior ao ser expulso nas partidas contra Goiás e Internacional. Nesta temporada, ao contrário, foi titular não só na rodada inaugural do Paulistão, como também nos amistosos contra Shandong Luneng (CHN) e Red Bull - neste último, marcou um gol.

Durante os treinos na Academia de Futebol, ele é o alvo preferido para os berros de Oswaldo, sempre educados e com orientações. Também é comum ver o comandante parabenizando o jogador pela boa execução de jogadas.

- Me lembro que antes de chegar, quando soube a idade dele, pelo potencial que eu sabia que tinha, depositei muita confiança. Ele tem muito ainda para dar - acrescentou o técnico, que não escondeu a satisfação pela variedade de opções que ainda tem para testar e também elogiou o meia Robinho após o jogo contra o Audax.

- Ainda temos Dudu, Arouca, Rafael Marques, Alan Patrick, Valdivia, Leandro... São jogadores que fatalmente vão estar preparados e vão lutar para participar da equipe. A ideia é que todos joguem. Eu fiquei muito satisfeito com o Robinho, fez uma partida excelente. Ainda é muito cedo, mas fiquei muito satisfeito com o que vi. A minha projeção é de que todos esses que ainda não entraram e não foram inscritos serão de suma importância - concluiu Oswaldo.