icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
13/11/2013
22:22

Surpresa de Renato Gaúcho na escalação na vitória do Grêmio sobre o Vasco por 1 a 0, nesta quarta-feira, na Arena, o meia Zé Roberto foi substituído no início do segundo tempo. Logo após o gol, para o qual deu assistência, o camisa 10 gremista foi sacado pelo treinador. Ao sentar no banco de reservas, o jogador retirou as chuteiras e as jogou no chão na frente do reservado. O próprio jogador admitiu o incômodo com a situação.

Zé deixou o campo aos 15 minutos da segunda etapa. Saiu em um trote e de cabeça baixa após cumprimentar Maxi Rodríguez. Estendeu a mão a Renato e depois foi ao banco. Foi lá que a irritação chegou ao máximo. Ao tirar as chuteiras, as jogou no chão. Uma delas ficou em frente ao reservado por mais de cinco minutos até ser retirada.

- Nenhum jogador gosta de sair, era um momento que estava me afirmando no jogo. Me irritei porque queria jogar. Quero ganhar ritmo, e só se ganha ritmo jogando. Fiquei surpreso de iniciar a partida, estou feliz por voltar a ser titular. Era um momento bom do Grêmio - destacou o camisa 10, na zona mista da Arena.

Antes da chegada de Renato Gaúcho, Zé Roberto era um dos principais jogadores do time com o técnico Vanderlei Luxemburgo. Depois da contratação do ídolo, o camisa 10 viveu problemas. Lesionou-se e passou um mês de fora. Quando voltou, foi para o banco. Acabou não rendendo e foi ao ostracismo. Nas últimas partidas, passou a ser utilizado pelo comandante - contra Atlético-PR, na Copa do Brasil, e nesta noite, contra o Vasco.

Com a vitória, o Tricolor chegou aos 57 pontos e é o terceiro colocado. A vitória é exaltada pela tranquilidade que dá após um jejum de sete partidas. Outro ponto comemorado foi o gol marcado após seis jogos sem balançar as redes.