icons.title signature.placeholder Bruno Andrade e Felipe Bolguese
29/11/2013
09:35

Depois de meses de indecisão, o lateral-direito Alessandro confirmou nesta quinta-feira que se aposentará no fim desta temporada. Sua saída do elenco, porém, não é o fim da linha no Corinthians.

O jogador já vinha conversando com os dirigentes e deve fazer parte do remanejamento da diretoria previsto para a próxima temporada. A ideia é que o futuro ex-camisa 2 seja um gerente-técnico, para cuidar das questões do CT e do elenco no dia a dia. A boa relação com Mano Menezes, que substituirá Tite, influenciará para ele ser o homem da diretoria mais próximo ao treinador.

- Não encerro o ciclo no Corinthians, mas o ciclo de atleta. Não sei o que vai acontecer depois de 8 de dezembro, estou conversando com a diretoria, vamos ver o seguimento no clube. Gostaria de permanecer, ajudar, retribuir esses últimos anos, tudo o que o Corinhians me proporciou - disse Alessandro, jurando que não sabia quem será o novo treinador, e que não havia definido o possível futuro cargo.

Edu Gaspar, hoje gerente de futebol, em princípio não deve sair com a chegada de Mano, antigo desafeto quando foi jogador do Timão em sua segunda passagem, entre 2010 e 2011. Gaspar deve se tornar gerente executivo para cuidar das contratações e assuntos extra-campo.

O diretor-adjunto Duílio Monteiro Alves, que hoje está afastado para cuidar de uma doença, voltará à rotina se recuperar a saúde. Com isso, ficaria no lugar de Roberto de Andrade, que vai se afastar em 2014 para alinhavar a candidatura à presidência em fevereiro de 2015.

Alessandro, prestes a completar 34 anos, encerrará sua carreira de jogador após seis anos e oito títulos no Corinthians: Série B (2008), Paulistão, Copa do Brasil (2009), Brasileirão (2011), Libertadores, Mundial (2012), Paulistão e Recopa Sul-Americana (2013). Ao todo, foram 254 jogos e quatro gols marcados no clube.

Alessandro anuncia aposentadoria no Corinthians