icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
23/11/2014
11:00

Uma coincidência marcará o clássico entre Santos e São Paulo, às 17h deste domingo, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Tricolor não joga em Cuiabá, palco do confronto desta tarde, há mais de 18 anos e reencontrará, agora na Arena Pantanal, justamente o rival do último jogo.

No dia 28 de junho de 1996, são-paulinos e santistas ficaram frente a frente para duelo pela Copa dos Campeões Mundiais e empataram em 1 a 1 no Estádio José Fragelli.

O Tricolor entrou em campo com Zetti, Marquinhos Capixaba (Edmílson), Válber, Ronaldo Testa e Serginho; Axel, Belletti, Adriano (França) e André Luiz (Denílson); Valdir e Müller, dirigidos por Muricy Ramalho.

Já o Peixe, de José Teixeira, tinha Edinho, Cláudio, Sandro, Narciso e Marcos Adriano; Gallo, Baiano, Batista e Robert (Marcelo Passos); Jamelli (Cerezo) e Macedo.

Jamelli, formado no São Paulo, abriu o placar aos 9 minutos do primeiro tempo para os alvinegros. Ainda aos  31 minutos da etapa inicial, Valdir Bigode cobrou pênalti no canto esquerdo, o goleiro Edinho, atual auxiliar técnico do Peixe, buscou, mas Müller fez no rebote. O São Paulo ainda derrotaria Grêmio e Flamengo para ficar com o título.