icons.title signature.placeholder Luiz Felipe Fogaça
04/07/2014
08:00

A Bola de Ouro, prêmio entregue para o melhor jogador da Copa do Mundo, existe desde a edição de 1982, quando o italiano Paolo Rossi, carrasco do Brasil, foi o primeiro contemplado com a honraria. De lá para cá, apenas um canhoto foi eleito o melhor do mundial, o argentino Diego Armando Maradona, em 1986.

Ou seja, há 28 anos e seis Copas do Mundo, um canhoto não ganha o troféu de melhor jogador do torneio. É verdade que nas duas últimas edições, Zidane (2006) e Forlán (2010) eram ambidestros, mas fora eles, todos os outros eleitos eram genuinamente destros. Confira relação abaixo com os melhores de cada Mundial.

Ano - Jogador (Seleção) - Perna
1982 - Paolo Rossi (Itália) - destro
1986 - Maradona (Argentina) - canhoto
1990 - Salvatore Schillaci (Itália) - destro
1994 - Romário (Brasil) - destro
1998 - Ronaldo (Brasil) - destro
2002 - Oliver Kahn (Alemanha) - destro
2006 - Zidane (França) - ambidestro
2010 - Diego Forlán (Uruguai) - ambidestro

Neste ano, com o mundial chegando ao seu final, alguns jogadores aparecem com chance de quebrar esse tabu e ser o segundo canhoto a ser eleito o melhor do mundo. Veja os jogadores que ainda têm essa chance e seu pé preferido.

Jogador (Seleção) - perna
Arjen Robben (Holanda) - canhoto
James Rodriguez (Colômbia) - canhoto
Messi (Argentina)  - canhoto
Joel Campebell (Costa Rica) - canhoto
Thomas Muller (Alemanha) - destro
Karim Benzema (França) - destro
Eden Hazard (Bélgica) - destro
Neymar (Brasil) - ambidestro

Caso seja eleito o melhor da Copa, Messi será o segundo canhoto e também o segundo argentino a conseguir o feito. Fato que irá fazer com que os hermanos se igualem a Brasil e Itália com dois jogadores premiados. Já se Neymar for o escolhido, o Brasil se isola como o país que mais teve atletas vencedores, com três troféus.


Messi e Maradona podem ser os únicos argentinos como o melhor da Copa (Foto: Arquivo LANCE!)