icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/07/2013
21:04

A confusão ocorrida no jogo Flamengo x Macaé, válido pelo Campeonato Carioca e disputado na quarta-feira, fez com que o Rubro-Negro decidisse desistir da competição. Nesta quinta, o clube divulgou uma nota assinada por Alexandre Póvoa, Vice-Presidente de esportes olímpicos, lamentando o ocorrido e criticando a Federação de Basquetebol do Rio de Janeiro.

Na partida em questão, Douglas Corrêa, pivô do Flamengo, ficou inconsciente e perdeu um dente após levar soco de Atílio, do Macaé.

"O Flamengo, octacampeão carioca de basquete, atual campeão da NBB 2012/2013 (em espetáculos de alto nível) e líder da Liga Nacional de Desenvolvimento do Basquete (com a equipe sub22 que estava em quadra), tem uma história a zelar. Não pode compactuar com tamanha desorganização e falta de profissionalismo em um torneio cujo troféu homenageia o inesquecível técnico Ary Vidal, exemplo de profissionalismo, de retidão e de rubro-negro", diz trecho da nota.

Nesta quinta-feira, a esposa de Douglas, que já fez o implante dentário, disse que o pivô passa bem, mas que não se lembra do que ocorreu na partida. Além disso, ela contou que Atílio, que teve de prestar depoimento em uma delegacia, se desculpou pelo ocorrido.

LEIA A NOTA COMPLETA DIVULGADA PELO FLAMENGO:

"O Clube de Regatas do Flamengo, em razão dos lamentáveis fatos ocorridos em partida contra o Macaé Basquete, como agressão grave ao nosso atleta (que resultaram na hospitalização do pivo Douglas Correa) e a total omissão dos representantes da Federação de Basquetebol do Rio de Janeiro no intuito de prevenir e resolver os problemas ocorridos, comunica que, apesar de estar na liderança da competição, enviou um ofício para a Federação informando sua desistência em participar do Torneio Aberto Carioca Adulto Masculino 2013.

O Flamengo, octacampeão carioca de basquete, atual campeão da NBB 2012/2013 (em espetáculos de alto nível) e líder da Liga Nacional de Desenvolvimento do Basquete (com a equipe sub22 que estava em quadra), tem uma história a zelar. Não pode compactuar com tamanha desorganização e falta de profissionalismo em um torneio cujo troféu homenageia o inesquecível técnico Ary Vidal, exemplo de profissionalismo, de retidão e de rubro-negro.

Além disto, é obrigação do Clube preservar os atletas rubro-negros, evitando que estejam expostos a estes tipos de problemas.

O basquete do Rio de Janeiro vive um momento especial, com o retorno da torcida às quadras , o aumento do interesse no esporte e a presença inédita de quatro representantes no NBB6. Vemos isto como uma chance única de desenvolvermos o esporte em nosso Estado. O Flamengo, com sua liderança esportiva, deseja contribuir para que a Federação Carioca de Basquetebol consiga, juntamente com todos os clubes, realizar um Campeonato Estadual de alto nível nesse segundo semestre.

Para isto, além da participação de grandes equipes, é preciso estrutura e preparo de quem organiza e comanda os espetáculos. Adicionalmente, é fundamental o trabalho dos clubes na educação esportiva dos atletas e na profissionalização dos dirigentes.

Só assim, independente de vitórias ou derrotas nas quadras, estaremos juntos pela grandeza do basquetebol carioca e brasileiro.

Saudações rubro-negras,

Alexandre Póvoa

Vice-Presidente de Esportes Olímpicos"

A confusão ocorrida no jogo Flamengo x Macaé, válido pelo Campeonato Carioca e disputado na quarta-feira, fez com que o Rubro-Negro decidisse desistir da competição. Nesta quinta, o clube divulgou uma nota assinada por Alexandre Póvoa, Vice-Presidente de esportes olímpicos, lamentando o ocorrido e criticando a Federação de Basquetebol do Rio de Janeiro.

Na partida em questão, Douglas Corrêa, pivô do Flamengo, ficou inconsciente e perdeu um dente após levar soco de Atílio, do Macaé.

"O Flamengo, octacampeão carioca de basquete, atual campeão da NBB 2012/2013 (em espetáculos de alto nível) e líder da Liga Nacional de Desenvolvimento do Basquete (com a equipe sub22 que estava em quadra), tem uma história a zelar. Não pode compactuar com tamanha desorganização e falta de profissionalismo em um torneio cujo troféu homenageia o inesquecível técnico Ary Vidal, exemplo de profissionalismo, de retidão e de rubro-negro", diz trecho da nota.

Nesta quinta-feira, a esposa de Douglas, que já fez o implante dentário, disse que o pivô passa bem, mas que não se lembra do que ocorreu na partida. Além disso, ela contou que Atílio, que teve de prestar depoimento em uma delegacia, se desculpou pelo ocorrido.

LEIA A NOTA COMPLETA DIVULGADA PELO FLAMENGO:

"O Clube de Regatas do Flamengo, em razão dos lamentáveis fatos ocorridos em partida contra o Macaé Basquete, como agressão grave ao nosso atleta (que resultaram na hospitalização do pivo Douglas Correa) e a total omissão dos representantes da Federação de Basquetebol do Rio de Janeiro no intuito de prevenir e resolver os problemas ocorridos, comunica que, apesar de estar na liderança da competição, enviou um ofício para a Federação informando sua desistência em participar do Torneio Aberto Carioca Adulto Masculino 2013.

O Flamengo, octacampeão carioca de basquete, atual campeão da NBB 2012/2013 (em espetáculos de alto nível) e líder da Liga Nacional de Desenvolvimento do Basquete (com a equipe sub22 que estava em quadra), tem uma história a zelar. Não pode compactuar com tamanha desorganização e falta de profissionalismo em um torneio cujo troféu homenageia o inesquecível técnico Ary Vidal, exemplo de profissionalismo, de retidão e de rubro-negro.

Além disto, é obrigação do Clube preservar os atletas rubro-negros, evitando que estejam expostos a estes tipos de problemas.

O basquete do Rio de Janeiro vive um momento especial, com o retorno da torcida às quadras , o aumento do interesse no esporte e a presença inédita de quatro representantes no NBB6. Vemos isto como uma chance única de desenvolvermos o esporte em nosso Estado. O Flamengo, com sua liderança esportiva, deseja contribuir para que a Federação Carioca de Basquetebol consiga, juntamente com todos os clubes, realizar um Campeonato Estadual de alto nível nesse segundo semestre.

Para isto, além da participação de grandes equipes, é preciso estrutura e preparo de quem organiza e comanda os espetáculos. Adicionalmente, é fundamental o trabalho dos clubes na educação esportiva dos atletas e na profissionalização dos dirigentes.

Só assim, independente de vitórias ou derrotas nas quadras, estaremos juntos pela grandeza do basquetebol carioca e brasileiro.

Saudações rubro-negras,

Alexandre Póvoa

Vice-Presidente de Esportes Olímpicos"