icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
10/02/2015
20:47

Cerro Porteño (PAR) e Deportivo Táchira (VEN) decidem nesta quarta-feira uma das últimas vagas na fase de grupos da Libertadores. Na primeira partida, na Venezuela, o clube da cidade de San Cristóbal venceu por 2 a 1. Com isso, precisa de qualquer empate para seguir na competição sul-americana. Já os paraguaios podem vencer por uma vitória por 1 a 0 ou por dois ou mais gols de diferença que avançam.

Por conta do cenário que cerca a partida, o Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, deve receber grande público para apoiar o Cerro. No entanto, uma notícia abalou o clima do elenco na véspera da partida. O meia Fidencio Oviedo foi afastado por problemas de indisciplina. A informação foi confirmada pelo técnico Leonardo Astrada.

- Ele teve um problema grave de indisciplina. A diretoria já está informada sobre o caso e vai tomar uma decisão. Quando presenciamos algo que vai contra o que planejamos precisamos tomar decisões. É duro, pois é um jogador importante, mas não damos regalias - afirmou.

Pelo lado do Deportivo Táchira, que treinou no campo do Sportivo Luqueño antes de fazer o reconhecimento do gramado do Denfesores del Chaco, o otimismo em seguir na Libertadores é alto, sobretudo pelo triunfo no primeiro jogo.

- Vamos jogar com muita tranquilidade, sabendo que temos uma vantagem, mas que ainda não ganhamos nada. Precisamos entrar pensando que precisamos vencer - afirmou o zagueiro Wilker Ángel.

Nosotros iremos con mucho orden, sabiendo que tenemos una ventaja, pero no hemos ganado nada. Uno nunca puede estar conforme, hay que aspirar más y corregir algunas cosas para la vuelta

Vale lembrar que o confronto entre Cerro Porteño e Deportivo Táchira terá a trio brasileiro. Leandro Vuaden apita o duelo e terá como auxiliares Emerson De Carvalho e Alessandro Rocha. Quem avançar entrará no Grupo 8, que é composto por Sporting Cristal (PER), Racing (ARG) e Guaraní (PAR).