icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/12/2013
20:38

Foram oito rodadas amargando derrotas na Superliga Feminina. As dificuldades eram parte do processo de amadurecimento de um elenco jovem, composto em sua maioria por estreantes na principal competição do vôlei brasileiro. Porém, na noite desta terça-feira, o tradicional Minas Tênis Clube encerrou o seu período de amarguras.

Apoiado pela torcida na Arena Vivo, a equipe de Marco Queiroga venceu de virada o Maranhão Vôlei/CEMAR, por 3 sets a 1, parciais de 19-21, 21-17, 21-17 e 21-14 e comemorou pela primeira vez um triunfo na atual temporada.

As duas equipes agora somam uma vitória, mas o Minas leva vantagem pelo saldo de sets, com quatro pontos. Com isso, o Maranhão, que soma apenas dois, é o novo lanterna da competição.

O grande destaque do duelo foi a oposto Sthefanie, que substituiu a americana Alaina e anotou 17 pontos, sendo 13 de ataque e quatro de bloqueio. Pela equipe nordestina, a oposto Liz voltou a ser maior pontuadora, com 15 acertos.

Na próxima rodada, o Minas voltará a jogar em casa, diante do Barueri. O jogo acontecerá nesta sexta-feira, às 20h30. No mesmo dia, às 19h30, o Maranhão tentará surpreender o favorito Vôlei Amil, na Arena Amil.