icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/08/2015
15:05

O Grêmio segue invicto diante da sua torcida neste Campeonato Brasileiro, mas essa invencibilidade não foi mantida com uma vitória diante do Coritiba, neste domingo. O tropeço, no entanto, não foi encarado como um resultado desastroso pelo técnico tricolor Roger Machado. Ele preferiu valorizar a atuação dos seus comandados em razão do pouco tempo de descanso que o time teve, além do calor em um novo jogo às 11h.

– O calor e o desgaste da sequência de jogos eu uso para valorizar a atuação que a gente teve. Entendo que tivemos o domínio do jogo, controlamos bem. O Coritiba veio com a proposta de explorar o contra-ataque com velocidade. Nós criamos situações importantes. A nossa bola parada entrou, o goleiro (Wilson) salvou, rondamos a área do Coritiba – destacou o treinador, em entrevista coletiva, para completar:

– Sabemos que deixar dois pontos em casa não é o melhor resultado, mas temos que saber que o Brasileirão é muito difícil. O Coritiba está embaixo na tabela, mas vai também tirar ponto de quem está em cima. O campeonato é assim.

O Grêmio não poupou titulares nos dois duelos contra o Coritiba pelas oitavas de final da Copa do Brasil e, de acordo com o treinador, não deverá preservar atletas no Brasileirão para a reta final da competição mata-mata, que terá o sorteio dos confrontos das quartas de final nesta segunda.

– Eu quero chegar nas duas competições. Sempre que puder utilizar os jogadores, vou usar. Não sei se o desgaste hoje (domingo) interferiu porque a gente acabou o jogo em cima do Coritiba – enfatizou o técnico tricolor.

Roger, no entanto, lamentou o fato de muitos times já terem atuado no horário das 11h aos domingos. Foi o segundo seguido do Grêmio, que soma três. O "líder" é o Coxa, com cinco. O líder Corinthians é o único que ainda não debutou nesta condição.

– O jogo às 11h tem um lado positivo, vimos muitas famílias na Arena hoje (domingo). Por esse lado é bom. Não sei se teremos mais jogos nesse horário. A única coisa que gostaria de ter era um equilíbrio técnico na divisão de todos os clubes. Tem clube que ainda não jogou nesse horário e isso gera um desequilíbrio.

O Grêmio de Roger Machado volta a atuar pelo Brasileirão na próxima quinta, diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, a partir das 21h. Fora de casa, o Tricolor soma três empates, dois empates e as cinco derrotas que possui na competição.

O Grêmio segue invicto diante da sua torcida neste Campeonato Brasileiro, mas essa invencibilidade não foi mantida com uma vitória diante do Coritiba, neste domingo. O tropeço, no entanto, não foi encarado como um resultado desastroso pelo técnico tricolor Roger Machado. Ele preferiu valorizar a atuação dos seus comandados em razão do pouco tempo de descanso que o time teve, além do calor em um novo jogo às 11h.

– O calor e o desgaste da sequência de jogos eu uso para valorizar a atuação que a gente teve. Entendo que tivemos o domínio do jogo, controlamos bem. O Coritiba veio com a proposta de explorar o contra-ataque com velocidade. Nós criamos situações importantes. A nossa bola parada entrou, o goleiro (Wilson) salvou, rondamos a área do Coritiba – destacou o treinador, em entrevista coletiva, para completar:

– Sabemos que deixar dois pontos em casa não é o melhor resultado, mas temos que saber que o Brasileirão é muito difícil. O Coritiba está embaixo na tabela, mas vai também tirar ponto de quem está em cima. O campeonato é assim.

O Grêmio não poupou titulares nos dois duelos contra o Coritiba pelas oitavas de final da Copa do Brasil e, de acordo com o treinador, não deverá preservar atletas no Brasileirão para a reta final da competição mata-mata, que terá o sorteio dos confrontos das quartas de final nesta segunda.

– Eu quero chegar nas duas competições. Sempre que puder utilizar os jogadores, vou usar. Não sei se o desgaste hoje (domingo) interferiu porque a gente acabou o jogo em cima do Coritiba – enfatizou o técnico tricolor.

Roger, no entanto, lamentou o fato de muitos times já terem atuado no horário das 11h aos domingos. Foi o segundo seguido do Grêmio, que soma três. O "líder" é o Coxa, com cinco. O líder Corinthians é o único que ainda não debutou nesta condição.

– O jogo às 11h tem um lado positivo, vimos muitas famílias na Arena hoje (domingo). Por esse lado é bom. Não sei se teremos mais jogos nesse horário. A única coisa que gostaria de ter era um equilíbrio técnico na divisão de todos os clubes. Tem clube que ainda não jogou nesse horário e isso gera um desequilíbrio.

O Grêmio de Roger Machado volta a atuar pelo Brasileirão na próxima quinta, diante do Figueirense, no Orlando Scarpelli, a partir das 21h. Fora de casa, o Tricolor soma três empates, dois empates e as cinco derrotas que possui na competição.