icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
28/08/2015
17:16

Mesmo após a eliminação na Copa do Brasil, a torcida corintiana segue dando apoio em busca do hexa do Campeonato Brasil. O Timão ultrapassou a marca de 113 mil sócios, de acorco com números do Torcedômetro, ranking nacional do Movimento por um Futebol Melhor.

Atualmente, o Corinthians conta com 113.493 associados e ocupa o terceiro lugar do Torcedômetro. O clube está atrás apenas do rival Palmeiras e do líder Internacional.

Neste mês de agosto, o Timão ganhou 4.656 novos sócios-torcedores e foi o segundo clube com maior crescimento, atrás do Sport.

Além de ajudarem seus clubes, os sócios também aproveitam os descontos e benefícios oferecidos Ambev, Unilever, Pepsico, SKY, TIM, BIC, Centauro.com.br, Easy Taxi, Multiplus, Editora Abril, Méliuz e Raízen, empresas parceiras do Movimento por um Futebol Melhor.

Desde 2013, o Movimento concedeu mais de R$ 60 milhões em descontos aos associados. Em julho, o Movimento atingiu a histórica marca de 1 milhão de sócios-torcedores e contribui para uma receita estimada de R$ 400 milhões/ano no futebol.

Mesmo após a eliminação na Copa do Brasil, a torcida corintiana segue dando apoio em busca do hexa do Campeonato Brasil. O Timão ultrapassou a marca de 113 mil sócios, de acorco com números do Torcedômetro, ranking nacional do Movimento por um Futebol Melhor.

Atualmente, o Corinthians conta com 113.493 associados e ocupa o terceiro lugar do Torcedômetro. O clube está atrás apenas do rival Palmeiras e do líder Internacional.

Neste mês de agosto, o Timão ganhou 4.656 novos sócios-torcedores e foi o segundo clube com maior crescimento, atrás do Sport.

Além de ajudarem seus clubes, os sócios também aproveitam os descontos e benefícios oferecidos Ambev, Unilever, Pepsico, SKY, TIM, BIC, Centauro.com.br, Easy Taxi, Multiplus, Editora Abril, Méliuz e Raízen, empresas parceiras do Movimento por um Futebol Melhor.

Desde 2013, o Movimento concedeu mais de R$ 60 milhões em descontos aos associados. Em julho, o Movimento atingiu a histórica marca de 1 milhão de sócios-torcedores e contribui para uma receita estimada de R$ 400 milhões/ano no futebol.