icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
19:37

Apesar da goleada sofrida neste domingo para o Atlético-PR, por 3 a 0, o meia são-paulino Ganso ainda vê a equipe com um saldo positivo. Afinal de contas, foi a primeira derrota após uma longa sequência de dez partidas consecutivas sem sentir o gosto de um revés. O fim da série, segundo o camisa 8, era inevitável.

- Depois de dez jogos, uma hora teria de perder. Agora nós temos de trabalhar para voltar a vencer. Não perdiamos há dez jogos, ainda estamos em uma fase boa no campeonato - disse o comandante do meio de campo do São Paulo.

Assim como todo o restante da equipe, Ganso não exibiu o mesmo futebol das partidas anteriores. Sua ausência havia sido bastante sentida na última quarta-feira, quando o São Paulo classificou-se para as quartas de final da Copa Sul-Americana após empatar por 0 a 0 com o Atlético Nacional, em Medellín (COL).

A despeito de não ter atuado na Colômbia, o meia ressaltou o cansaço do time, que enfrentou 12 horas de viagem após o duelo na competição continental. As condições do gramado também foram criticadas pelo Maestro.

- Quase nada deu certo. Campo ruim, o São Paulo não estava em uma tarde boa, também... Mas uma hora ia acontecer esta derrota. Houve também a viagem de doze horas (de volta da Colômbia), mas não é desculpa - concluiu o jogador.

A reabilitação do São Paulo no Campeonato Brasileiro terá de acontecer fora do Morumbi. Após perder quatro mandos por causa da confusão da torcida com a polícia militar no duelo com o Corinthians, a equipe enfrentará o Flamengo, nesta quarta-feira, em Itu (SP).

Atlético-PR vence o São Paulo e adia título do Cruzeiro