icons.title signature.placeholder Marcelo Braga
09/12/2013
23:06

A Ponte Preta abriu mão de trazer um "espião" para a Argentina, onde joga com o Lanús na quarta-feira, às 22h (de Brasília), pelo jogo de volta da final da Copa Sul-Americana, em La Fortaleza.

Betão, que já atuou no estádio pelo Corinthians, em 2006, não foi relacionado para a viagem e encerra assim a sua passagem pelo clube de Campinas. Aos 30 anos de idade, o jogador tem contrato apenas até essa terça-feira, dia 10, véspera da final. Dessa forma, a comissão técnica descartou sua presença no jogo.

No sábado, antes do 0 a 0 com o Internacional, o jogador falou com o LANCE!Net sobre a sua experiência na terra argentina. A partida que ele disputou no local foi há sete anos, com uma derrota por 4 a 2 que eliminou o Timão da competição nas oitavas de final. A noite ficou marcada por uma discussão calorosa do técnico Emerson Leão com Carlos Alberto, que seria afastado.

- Lembro que foi um jogo difícil já por se tratar da rivalidade histórica de Brasil e Argentina. Lembro também que o estádio era bem apertadinho, acanhado, que o time fazia pressão, que mesmo sem muita tradição ainda a torcida incentivava, que jogava com a bola nos pés e que se aproveitava das dimensões do gramado. Eles sabiam utilizar o fator campo - lembrou ele, que já falava em tom de despedida.

- Meu contrato acaba agora e já chegaram algumas outras coisas. Quero um contrato de no mínimo um ano, vamos ver - afirmou.

Além de Betão, Adrianinho e Uendel são desfalques por suspensão, mas viajaram para Buenos Aires. O atacante Rafael Ratão, por outro lado, ficou no Brasil tratando de uma lesão.

CONFIRA OS RELACIONADOS:

Goleiros: Roberto e Edson Bastos
Laterais: Régis e Artur
Zagueiros: Ferron, Diego Sacoman, César e Raphael Silva
Volantes: Baraka, Fernando Bob, Fellipe Bastos, Magal e Alef
Meias: Elias e Chiquinho
Atacantes: Rildo, William, Leonardo e Adailton