icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
13/04/2014
08:03

Romarinho virou Romarião em 2014. Com nova função tática em campo e outra postura fora dele, o atacante precisou de apenas quatro meses para ultrapassar a quantidade de gols da última temporada, quando balançou as redes apenas seis vezes em 69 jogos.

Nesta temporada, o camisa 31 marcou 11 gols, sendo oito em partidas oficiais e mais três em jogos-treinos. Foi dele o gol da vitória sobre a Ponte Preta, na última semana, e também foi dele os dois gols do triunfo corintiano sobre o Audax, na tarde de sexta-feira, no CT.

Mas o que mudou tanto em Romarinho para que ele chegasse a marca de 11 gols em apenas 18 jogos (16 oficiais e dois jogos-treinos) nesta temporada? O que fez o atacante voltar a cair nas graças da Fiel? Internamente, diretoria e comissão técnica dão três motivos.

O primeiro é fora de campo. No ano passado, principalmente no segundo semestre, Romarinho abusou das noitadas. Pressionado pela torcida, que chegou a fazer protesto na porta do CT, assumiu que não estava com a mesma concentração. Neste ano, diz estar mais consciente e, com marcação cerrada da mãe, parece evitar os excessos após treinos.

– Ela tem me ajudado bastante. Enquanto está aqui, tenho de ficar quietinho – afirmou o camisa 31, em recente entrevista no CT, uma das poucas desde a chegada, em 2012.

O segundo motivo é o fato de, com Mano Menezes, ter de marcar menos os laterais do adversário, algo que era cobrado por Tite à exaustão.

– O Mano (Menezes) está me liberando mais e, assim, estou mais perto da área e do gol – comemorou.

O terceiro motivo é a chegada do meia Jadson, que passou a municiá-lo com mais frequência e qualidade. Romarinho e Mano agradecem.

ROMARINHO ANO A ANO NO CORINTHIANS:

2012 - 33 jogos oficiais, 7 gols

2013 - 69 jogos oficiais, 6 gols

2014 - 16 jogos oficiais, 8 gols