icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
03/07/2013
16:46

Enfrentar grandes clubes do futebol paulista não é problema para Roni. O meia do São Paulo já marcou dois gols diante do Palmeiras e um contra o Santos, todos pelo Campeonato Paulista, quando atuava pelo Mogi Mirim. Falta apenas o Corinthians, adversário desta quarta-feira, pela Recopa Sul-Americana, no Morumbi, às 21h50.

Apesar de relacionado para o confronto, a presença do camisa 21 não é garantida. Ele não será titular e ainda briga por uma vaga entre os sete jogadores que ficarão no banco de reservas. Até o momento, Roni participou de três jogos com a camisa tricolor.

A vontade dele de jogar é grande justamente pelo último duelo com o Corinthians:

- Infelizmente, acabei expulso contra o Corinthians e só joguei 42 minutos. Foi a única expulsão da minha carreira e algo que me fez evoluir. Depois daquele jogo, aprendi muito e tenho certeza de que agora a história será diferente - disse.

- Estamos bem preparados, todos esses dias trabalhamos com o intuito de melhorar a equipe para a decisão e com certeza o resultado será positivo. Desta vez, espero ser lembrado por assistência ou gol, como foi no Paulistão contra os grandes - finaliza o meia-atacante.

Enfrentar grandes clubes do futebol paulista não é problema para Roni. O meia do São Paulo já marcou dois gols diante do Palmeiras e um contra o Santos, todos pelo Campeonato Paulista, quando atuava pelo Mogi Mirim. Falta apenas o Corinthians, adversário desta quarta-feira, pela Recopa Sul-Americana, no Morumbi, às 21h50.

Apesar de relacionado para o confronto, a presença do camisa 21 não é garantida. Ele não será titular e ainda briga por uma vaga entre os sete jogadores que ficarão no banco de reservas. Até o momento, Roni participou de três jogos com a camisa tricolor.

A vontade dele de jogar é grande justamente pelo último duelo com o Corinthians:

- Infelizmente, acabei expulso contra o Corinthians e só joguei 42 minutos. Foi a única expulsão da minha carreira e algo que me fez evoluir. Depois daquele jogo, aprendi muito e tenho certeza de que agora a história será diferente - disse.

- Estamos bem preparados, todos esses dias trabalhamos com o intuito de melhorar a equipe para a decisão e com certeza o resultado será positivo. Desta vez, espero ser lembrado por assistência ou gol, como foi no Paulistão contra os grandes - finaliza o meia-atacante.