icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
18/11/2014
14:58

Aos 38 anos e próximo da aposentadoria, o meia-atacante Totti não quer se desligar completamente da Roma, clube pelo qual defendeu durante os 22 carreira.

- Gostaria de ser o treinador da equipe. Há poucos dias, conversei com um amigo, e ele me disse que vários jogadores estão seguindo este caminho. Acho que é o destino para mim - afirmou o ídolo do time da capital italiana.

Porém, os torcedores que gostariam de vê-lo no banco de reservas do time principal terão de esperar um tempo.

- Talvez, comece pelos garotos. Mas, para um jogador do meu calibre, não será um longo período para aprender - completou.

Fiel à Roma, Totti nunca defendeu outro clube na carreira.