icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
29/03/2014
15:56

Dois dias após completar 78 anos de idade, o ex-pugilista Éder Jofre recebeu homenagens na área social do Morumbi. O Galinho de Ouro ganhou bolo pelo aniversário, foi cumprimentado pelo presidenciável Carlos Miguel Aidar e viu as instalações do Tricolor voltadas ao boxe serem batizadas com seu nome.

- Essa sala só existe pela dedicação do presidente Juvenal Juvêncio e de Roberto Natel, vice-presidente social. Foi uma grande luta para ter esse espaço bem equipado. A grandeza desta academia de boxe só poderia ser inaugurada e nomeada como Éder Jofre. Isso era o mínimo para eterniza-lo - destacou o diretor de esportes amadores do São Paulo, Antônio Donizete, o Dedé.

Éder está ao lado de Adhemar Ferreira da Silva e José João da Silva como os principais ídolos do São Paulo fora do futebol. Durante toda a carreira no boxe, o Galinho de Ouro foi tricampeão mundial (em 1960, como peso galo na Associação Mundial de Boxe; em 1962, na mesma categoria, mas em competição unificada com a União Europeia de Boxe; e em 1973, como peso pena no Conselho Mundial de Boxe) e sofreu apenas duas derrotas, ambas para o japonês Fighting Harada.

- É gratificante ganhar títulos como ganhei. Viajei o mundo todo fazendo o que eu mais amava. Lutar faz bem para a saúde, para a vida. É muito bom ser reconhecido até hoje, ainda me procuram para dar entrevistas - celebrou Éder.

Nono melhor pugilsita dos últimos 50 anos e indicado ao Hall da Fama do Boxe em 1992, Jofre foi parabenizado por Carlos Miguel Aidar durante o evento no Morumbi. O conselheiro vitalício do Tricolor é o candidato da situação às eleições presidenciais do clube em meados de abril contra o oposicionista Kalil Rocha Abdalla.