icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2013
19:53

O anúncio oficial de Darío Conca tem feito muito sucesso entre os torcedores do Fluminense, quebrando recordes de visita nas redes sociais do clube. O presidente do clube, Peter Siemsen, falou sobre como o clube tem se preparado para arrecadar financeiramente com o retorno do meia. Segundo Peter, o principal objetivo é conseguir pagar os salários de Conca com a arrecadação dos 27 mil sócios, entre sócios contribuintes e futebol.

– A gente se preparou para fazer desta vinda do Conca mais do que um importante reforço dentro do campo. Mandamos uma equipe para a China para produzir conteúdo exclusivo, que será divulgado aos poucos. Já estamos trabalhando para transformar este investimento em retorno, seja em Produtos Oficiais, novas parcerias, e, especialmente, em Sócios. Tenho certeza de que a torcida vai gostar do que está por vir e vamos ter um aumento significativo nestas frentes – afirmou Peter Siemsen, presidente do Fluminense.

O programa de sócios do Tricolor tem sido um sucesso. O clube fechou o primeiro semestre com uma arrecadação de R$7 milhões e a expectativa é fechar o ano de 2013 com uma arrecadação de pelo menos R$14 milhões.

Anunciado oficialmente no domingo como primeiro reforço do Fluminense para 2014, o meia Darío Conca recebeu vários elogios do presidente Peter Siemsen, que conduziu a negociação e disse que além da "obrigação" do Flu em não deixá-lo solto no mercado, o argentino recusou propostas melhores para voltar ao Fluminense.

– A minha maior dor foi assinar a rescisão do contrato do Conca em 2011. Não poderia deixá-lo solto no mercado para que outros clubes fossem assediá-lo, o que aconteceu. Ele recusou propostas melhores pela promessa que fez aos torcedores e a mim. Honrou com a palavra. Esse é o Conca – afirmou o presidente à Rádio Brasil.

Relembre momentos de Conca no Fluminense