icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/08/2015
09:49

Depois de confirmar que Miesha Tate seria a próxima rival de Ronda Rousey em trilogia a ser realizada no octógono, o Ultimate anunciou nesta sexta-feira uma mudança de planos. A campeã peso galo feminino do UFC terá de esperar para reencontrar sua maior rival. Isso porque a organização anunciou que Ronda defende seu cinturão contra Holly Holm, no dia 2 de janeiro, em Las Vegas, pelo UFC 195. A informação foi anunciada pelo presidente do evento Dana White em sua conta no Twitter. 

Depois de atropelar Bethe Correia em apenas 34 segundos, a americana chegou a promover e projetar um terceiro confronto contra Miesha Tate, riva que já finalizou duas vezes. Um possível duelo com a brasileira Cris Cyborg também chegou a ser especulado, mas nada de concreto foi revelado. Tudo isso torna a opção por Holly Holm uma decisão surpreendente.

Holm está invicta na carreira após nove lutas em nove combates. A americana é campeã mundial de boxe e já foi eleita por duas vezes como a "melhor lutadora do planeta" pela revista "Ring". Apesar do artel perfeito, suas duas apresentações dentro do octógono não impressionaram. No UFC, ela bateu Raquel Pennington e Marion Reneau e venceu ambas na decisão dos juízes. 

Ronda Rousey tem um cartel perfeito de 13 vitórias e nenhuma derrota na carreira. A americana fará sua sétima defesa de título na organização.

Depois de confirmar que Miesha Tate seria a próxima rival de Ronda Rousey em trilogia a ser realizada no octógono, o Ultimate anunciou nesta sexta-feira uma mudança de planos. A campeã peso galo feminino do UFC terá de esperar para reencontrar sua maior rival. Isso porque a organização anunciou que Ronda defende seu cinturão contra Holly Holm, no dia 2 de janeiro, em Las Vegas, pelo UFC 195. A informação foi anunciada pelo presidente do evento Dana White em sua conta no Twitter. 

Depois de atropelar Bethe Correia em apenas 34 segundos, a americana chegou a promover e projetar um terceiro confronto contra Miesha Tate, riva que já finalizou duas vezes. Um possível duelo com a brasileira Cris Cyborg também chegou a ser especulado, mas nada de concreto foi revelado. Tudo isso torna a opção por Holly Holm uma decisão surpreendente.

Holm está invicta na carreira após nove lutas em nove combates. A americana é campeã mundial de boxe e já foi eleita por duas vezes como a "melhor lutadora do planeta" pela revista "Ring". Apesar do artel perfeito, suas duas apresentações dentro do octógono não impressionaram. No UFC, ela bateu Raquel Pennington e Marion Reneau e venceu ambas na decisão dos juízes. 

Ronda Rousey tem um cartel perfeito de 13 vitórias e nenhuma derrota na carreira. A americana fará sua sétima defesa de título na organização.