icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/07/2014
17:31

Após a chegada de Alan Kardec no fim de abril, a diretoria do São Paulo colocou como prioridade trazer reforços para o setor defensivo. Esse nome para a zaga, porém, não precisou vir de fora e nem mexeu nos cofres do clube. Além de Kaká para reforçar o meio de campo, o Tricolor contou com a volta de Rafael Toloi para o segundo semestre, que estava emprestado à Roma (ITA) desde o início do ano, e pode reestrear pelo clube neste domingo, contra o Goiás, no Serra Dourada.

Homem de confiança de Muricy Ramalho e "fixo" na zaga do São Paulo, Antonio Carlos destacou a disputa saudável pela posição. Lucão, Rodrigo Caio e Edson Silva também estão na "briga".

- Sabemos que Toloi veio tendo tempo para se recuperar fisicamente. Lucão estava jogando também. A briga está legal, sadia. O elenco está se qualificando e a briga vai ser até fim do ano assim. O importante é estar todo mundo bem focado - disse o beque.

Com tantas opções, uma alternativa para Muricy Ramalho seria montar a equipe com três zagueiros, mas essa formação só aconteceu uma vez no ano, na derrota para o Bragantino, por 2 a 0, na primeira rodada do Campeonato Paulista (primeiro jogo no ano). A outra opção seria jogar com dois zagueiros e Rodrigo Caio atuando como volante, função que também exerce.

O São Paulo está na sexta colocação do Campeonato Brasileiro, com 19 pontos. O Tricolor estava no G4 até perder para a Chapecoense, no último sábado, por 1 a 0. Antonio Carlos ressaltou a importância de não desperdiçar pontos na competição.

- Não estamos tão longe do líder, poderia estar no bolo. Mas esse é o pensamento do grupo. Grande oportunidade e não podemos desperdiçar - destacou.