icons.title signature.placeholder Eduardo Mendes e Igor Siqueira
26/03/2014
10:54

Antigo "rebelde" e um dos presidentes de federação que, em tese, formariam o bloco de oposição a José Maria Marin e Marco Polo del Nero na eleição da CBF, o presidente da Federação Paranaense, Hélio Cury, não crê que a situação terá adversários no pleito, previsto para 16 de abril.

- Não vejo, a primeira vista, que tenha oposição. Acredito que não - disse Cury, um dos convidados para a inauguração da Granja Comary, em Teresópolis, que ocorre nesta quarta-feira.

Apesar de prever um cenário de candidato único, o dirigente assegura que ainda não passou para o lado de Marin e Del Nero.

- Não fechamos com ninguém, a Federação Paranaense é independente. Aguardamos a proposta para os próximos quatro anos na CBF. Temos a expectativa daquilo que venha atender às necessidades do futebol brasileiro. Ninguém da situação conversou comigo ainda - completou, negando que o evento no CT da Seleção Brasileira seja para lançar a candidatura de Del Nero:

- Vim aqui para conhecer a nova Granja Comary, esse foi o convite que recebi.