icons.title signature.placeholder João Pires
11/04/2014
17:14

A NBA estará de volta ao Brasil este ano. Após o jogo entre Washington Wizards e Chicago Bulls no ano passado, no próximo dia 11 de outubro será a vez de Cleveland Cavaliers e Washington Wizards se enfrentarem na HSBC Arena, no Rio de Janeiro. Anderson Varejão será o anfitrião do confronto e comemora a oportunidade. O pivô gostaria de ver a torcida brasileira usando perucas, homenagem que os torcedores do Cavs costumam fazer ao jogador por causa do seu cabelo diferenciado.

- Estou ansioso e feliz de pode voltar ao Brasil. O pessoal daqui (Estados Unidos) vai ver como o Brasil gosta de basquete e é fanatico pelo esporte. Sobre a peruca, eu não sei (se o público vai usar), mas seria muito legal poder distribuir perucas para a torcida. Imagina? - falou Varejão, de 31 anos, em conferência por telefone.

Ainda sobre a partida, Varejão comentou que muitos atletas da NBA costumam falar com ele sobre o Brasil. Entre eles, o astro LeBron James, do Miami Heat, que deve vir ao Rio em outubro.

- O LeBron é um cara que sempre me perguntou sobre o Brasil e agora é uma grande oportunidade de ele conhecer. Eu to muito feliz de poder fazer parte deste jogo, sempre foi uma coisa que sonhei, de poder estar aí com um time da NBA. Acho que é um momento de muita alegria para todos os fãs do esporte - acrescentou o pivô.

LeBron James e Varejão vão medir forças no Rio de Janeiro (Foto: Reuters)

Um jogador em especial pode vir ao Brasil em outubro pela segunda vez. O ala Luol Deng veio em 2013 pelo Chicago Bulls. Este ano ele foi envolvido em uma troca e agora é jogador do Cleveland Cavaliers, pelo menos até o fim desta temporada. Resta saber se a franquia vai manter Deng no próximo ano para que ele tenha a oportunidade de retornar ao Rio.

- O Luol Deng fala muito sobre o Brasil comigo, ele está na NBA desde que cheguei, entramos juntos (em 2004). Ele adora o Brasil, só fala disso e lembra muito de coisas culturais que ele gostou no Brasil. Todo o pesoal que jogou pelo Chicago e pelo Washington falam que meu país é muito bonito. Sempre que se fala em Brasil e Rio de Janeiro todos já ficam empolgados e gostam da ideia - concluiu o pivô brasileiro.

Varejão tem contrato com o Cavaliers até 2015, mas a franquia pode optar por dispensar o pivô em julho deste ano. Existe uma cláusula no contrato que permite ao Cavs interromper o acordo já ao fim desta temporada, o que é improvável que aconteça.