icons.title signature.placeholder Enrico Bruno
28/11/2013
18:40

O ambiente continua em alta no Cruzeiro. Campeão brasileiro desde a 34ª rodada, o time celeste se dá ao luxo de aproveitar os últimos jogos para dar oportunidade aos jogadores pouco utilizados ou aproveitar os minutos finais de um torneio praticamente impecável. Às 17h deste domingo, o time mineiro recebe o Bahia no Mineirão, em jogo que marca a despedida da Raposa do estádio onde só perdeu uma só vez em 2013.

- Tivemos poucas derrotas nesse ano, perdemos na rodada, mas isso não interfere em nada. Agora vamos jogar diante da nossa torcida, e ela não quer perder. Por isso, durante os 90 minutos, jogaremos com o mesmo foco. Mas já estamos esperando essa taça aí, vai ser uma emoção muito grande. Fiquei com uma sede danada de levantá-la - brincou o meia Ricardo Goulart.

MAIS:
> Marcelo define nesta sexta o substituto de Nilton
> Venda de ingressos para Cruzeiro x Bahia começa com transtornos

Assim como o camisa 31 do Cruzeiro, Dagoberto também comentou sobre o jogo festivo, que para ele se parece com o carnaval da Bahia.

- Aqui está igual carnaval da Bahia, dura dois meses - falou, em referência à festa da torcida nas ruas de BH. Para ficar ainda mais completa, Dagol quer fechar o ano com chave de ouro na despedida do Mineirão em 2013.

- O time está muito focado, independente da festa. Vamos procurar fazer nosso jogo e, depois, comemorar. Serão 90 minutos nos quais vamos procurar fazer nosso melhor - finalizou.