icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
22/06/2014
11:20

Em ano de Copa do Mundo, outro brasileiro busca um título Mundial. De acordo com o jornal "O Estado de São Paulo", o Palmeiras tenta nova empreitada na Fifa pelo reconhecimento da Copa Rio de 1951 como campeonato mundial, como já havia tentado em 2006.

Agora, a diretoria do Palmeiras busca auxílio de Marco Polo Del Nero, atual presidente da Federação Paulista de Futebol e futuro mandatário da CBF (Confederação Braisileira de Futebol) à partir de 2015.

De acordo com a publicação, amigo pessoal de Paulo Nobre, Marco Polo já intercedeu diretamente aos mandatários da Fifa para que o caso fosse reconsiderado e, enfim, o Palmeiras fosse considerado campeão mundial, logo no ano de seu centenário.

- Estamos avaliando isso e não posso dar comentários - disse Delia Fischer, porta-voz da entidade, ao LANCE!Net. Delia está no Maracanã para acompanhar o jogo de hoje, entre Rússia e Bélgica

Relembre a competição disputada em 1951:

O torneio foi disputado por oito equipes: O Palmeiras, campeão Paulista (1950) e do Rio-São Paulo (1951), o Vasco da Gama, campeão Carioca (1950), o Sporting Lisboa, campeão Português (1950/1951), o Áustria Viena, terceiro no campeonato austríaco (1950/1951), o Nacional, campeão do Uruguai (1950), a Juventus, terceira na Itália (1950/1951), o Estrela Vermelha, campeão da Iugoslávia (1950/1951) e o Nice, campeão francês (1950/1951).

O Palmeiras iniciou a primeira fase no grupo da Juventus, Nice e Estrela Vermelha, completando-a na segunda colocação, com duas vitórias (3 a 0 sobre o Nice e 2 a 1 sobre o Estrela Vermelha) e uma derrota (4 a 0 para a Juventus).

Na semifinal, a equipe derrotou o Vasco em dois jogos, 2 a 1 e 0 a 0, alcançando a final contra a equipe italiana, até então, invicta na competição.

Na final, venceu a primeira partida, por 1 a 0, no Pacaembu e ficou no empate, no Maracanã, por 2 a 2, conquistando assim, o título da Copa Rio de 1951.