icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/04/2014
21:06

O card preliminar do UFC que aconteceu em Orlando (EUA), neste sábado, contou com a apresentação de quatro brasileiros. E o saldo foi de duas vitórias e duas derrotas. Enquanto Thiago Pitbull e Caio Monstro venceram seus adversários, Hernani Perpétuo e Rafael Dos Anjos não conseguiram se sair melhores que seus rivais.

Em um dos confrontos mais esperados da noite, Dos Anjos não conseguiu superar Nurmagomedov. Após três round's de confronto, o russo levou o triunfo na decisão unânime dos juízes.

O brasileiro até que tentou impôr sua trocação na disputa, mas o jogo afiado de wrestling de Nurmagomedov sobressaiu e foi o responsável por dar ao russo o controle do duelo.

Khabib agora soma 22 vitórias e nenhuma derrota em sua carreira no MMA. Invicto, ele obtém um dos melhores cartéis no Ultimate atualmente. Após a luta, o russo pediu uma chance pelo cinturão da categoria, atualmente com o campeão Anthony Pettis. Já Dos Anjos teve uma sequência de cinco vitórias interrompida. 

A LUTA
1º round
O combate começou com Rafael cercando Khabib, que esperava o momento certo para a derrubada. Quando o brasileiro arriscou um chute, o russo aproveitou, buscou as pernas e pressionou na grade. Quando a luta voltou para a trocação, Nurmagomedov arriscou alguns golpes e derrubou o carioca mais uma vez. Em pé novamente, o brasileiro e o russo trocaram golpes, mas sem muita efetividade. 

2º round
A segunda etapa começou com o confronto na trocação até que Khabib buscou suas pernas e acabou caindo numa guilhotina do carioca. Após muito esforço, o russo conseguiu escapar e trabalhou seu jogo afiado de wrestling na grade. O duelo se manteve no solo perto da grade por todo round, o que deu a Nurmagomedov o controle da disputa. 

3º round
O último assalto se iniciou com Rafael tomando a iniciativa das ações. Depois de aplicar alguns golpes na trocação, os brasileiro encurtou a distância e acabou agarrado por Khabib na grade. Quando a luta voltou para a trocação, Dos Anjos arriscou um movimento errado, tentou quedar o russo e acabou sendo quedado pelo oponente num belo movimento de judô. Sem dar espaços, Nurmagomedov dominou o resto do round até o fim na luta de solo. 

Thiago Pitbull
O brasileiro voltou ao octógono após dois anos e fez bonito. Diante de um adversário de envergadura maior e se movimentando bem, Pitbull teve paciência para encontrar a distância no confronto, pressionar o oponente e conectar os melhores golpes. Após três round's de muita trocação, o brasileiro ficou com o triunfo na decisão unânime dos juízes. 

Thiago Pitbull voltou a lutar após dois anos parado (FOTO: Getty Images)

Magalhães atropela Zachrich
Caio Monstro precisou de apenas 44 segundos para conquistar sua terceira vitória consecutiva no UFC. O cearense começou o confronto com Luke Zachrich em ritmo acelerado e logo de cara encaixou bons socos no oponente, que se mostrou abalado e acabou nocauteado de forma rápida. 

Perpétuo perde na decisão dividida
Hernani Perpétuo foi o primeiro brasileiro a subir no octógono. O atleta da Nova União fez uma luta dura contra Jordan Mein. Apesar de ter faltado mais ação nos dois primeiros round's, o lutador buscou a vitória e protagonizou um terceiro round eletriante. Porém, apesar do esforço, as atividade vieram tarde demais. Os dois assaltos soberanos garantiram a vitória na decisão dividida de Jordan.