icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
02/07/2014
19:51

O levantador Bruninho espera fazer uma grande festa nesta quinta-feira. Um dia depois de completar 28 anos, ele tem a missão de ajudar o Brasil a alcançar a primeira de duas vitórias que o time precisa contra a Itália para se garantir na fase final da Liga Mundial. O duelo, em Bolanha, acontecerá às 15h (de Brasília). E o aniversariante já prevê um clima de decisão em quadra.

– Temos que entrar em quadra como se fosse uma final. Só as vitórias interessam ao nosso time. Temos que voltar a jogar com a agressividade de antes e saber encarar essa pressão de uma maneira positiva para sairmos bem dela. É importante ter jogos assim, que servem como preparação para o futuro. Sabemos das dificuldades, mas estamos prontos para essas duas finais que teremos nesta semana, contra a Itália – garantiu Bruninho.

Com quatro vitórias em 10 jogos, a Seleção espera dar o troco na Itália após as duas derrotas sofridas em Jaraguá do Sul (SC), na abertura da Liga Mundial. Depois, no domingo, as equipes voltam a se enfrentar, mas em Milão, no último confronto da primeira fase. Mas tudo indica que o Brasil não terá vida fácil.

– A fase continua difícil. A Polônia faz dois jogos em casa, contra um adversário teoricamente menos forte. Nós jogamos fora e contra a Itália. A situação continua difícil. O trabalho não rendeu no início, o time esteve abaixo de uma forma geral, com pequenos lampejos de boas atuações, mas não conseguiu ser consistente – disse o técnico Bernardinho.

O Brasil ocupa a terceira colocação no Grupo A, com 11 pontos. A Polônia, com a mesma marca, leva a pior no set avarage e amarga a lanterna. Por isso, duas vitórias por 3 a 0 ou 3 a 1 bastam para que os brasileiros assegurem a vaga. Líder da chave, o Irã soma 19 e está garantido.