icons.title signature.placeholder Felipe Bolguese
09/06/2014
07:30

A seleção da Alemanha chegou ao Brasil às 3h30 deste domingo, após cerca de dez horas de viagem, de um voo de Frankfurt (ALE) para Salvador. Depois, a delegação partiu também de avião para Porto Seguro, de ônibus até Santa Cruz Cabrália (cerca de 20 quilômetros) até pegar uma balsa para chegar à vila de Santo André, onde foi construído o CT e o campo que servirão de preparação para a Copa do Mundo.

De bom humor, os jogadores Lucas Podolski, Mezut Özil e Jerome Boateng registraram a chegada nas redes sociais. Bastien Schweinsteiger mostrou-se um dos mais animados. Eles fizeram questão de mostrar que haviam chegado em alto astral. Podolski postou "A Copa pode começar".

Os alemães foram recebidos no hotel com uma demonstração de capoeira e ficaram encantados. Mais uma vez, eles fizeram vídeos dos cerca de 15 praticantes que foram contratados para entreter os novos hóspedes. A rua do local está isolada e a imprensa não tem acesso.

Comitiva da Fifa passa por bloqueio na rua do hotel alemão (Foto: Felipe Bolguese)

Às 16h30, os jogadores saíram para o “Campo Bahia”, um campo de futebol localizado a cerca de dois quilômetros do complexo. Um fato inusitado foi destacado pela imprensa alemã: a bandeira do país estava invertida no mastro do portão principal (de cima para baixo, as cores são preta, vermelha e amarela, mas estava o contrário). Três funcionários protamente subiram no local e arrumaram, para a alegria dos germânicos.

O primeiro bate-bola aconteceu, mas sem formação de time ou trabalho tático. Os jogadores ainda fizeram academia. Ausente do amistosos contra Camarões e Armênia por conta de uma lesão no ombro direito, o goleiro Neuer treinou com bola e deve jogar a estreia contra Portugal, no próximo dia 16, em Salvador. O goleiro chegou a Frankfurt na reta final da preparação antes da viagem ao Brasil, após ficar em tratamento em Munique.

Schweinsteiger e Lahm, que haviam participado do amistoso contra a Armênia, foram a campo sem problemas. A grande ausência é a do meia Marco Reus, que rompeu os ligamentos do tornozelo esquerdo e foi cortado da Copa.

Nesta segunda-feira, a Alemanha volta a treinar no Campo Bahia, às 9h30. Às 11h30, no centro de mídia em um hotel da região, concederão entrevista coletiva o auxiliar-técnico Hans-Dieter Flick, o coordenador-técnico Oliver Bierhoff e o secretário-geral da Federação Alemã de Futebol, Helmut Sandrock.

Trajeto de balsa de Santa Cruz Cabrália até a vila de Santo André (Foto: Patrik Stollarz/AFP)