icons.title signature.placeholder Ivo Felipe
09/12/2013
22:55

Angola é a grande supresa do Mundial de Handebol. A despeito de ter enfrentado duas equipes de pouca tradição (Paraguai e Argentina), a seleção africana conquistou duas vitórias expressivas, 37 a 12 e 33 a 23, e lidera o Grupo C da competição disputada na Sérvia. Esta chave tem sede na cidade de Zrenjanin.

O que dá ainda mais valor à campanha das angolanas é a composição da disputa. Além delas e dos dois times sul-americanos, o Grupo C ainda conta com as campeões olímpicas da Noruega - medalhistas de ouro em Londres-2012. A Espanha, terceira colocada na Olimpíada britânica, também faz parte da chave, bem como a Polônia, uma das principais forças europeias.

- Nós conseguimos duas grandes vitórias. Não esperávamos grande resistência destes dois times, mas fico feliz pelo grande jogo que fizemos. Estamos satisfeitos com a nossa vitória de hoje e torço para que possamos jogar ainda melhor no próximo duelo e vencer novamente. Temos muitas condições de ir bem - disse Vivaldo Eduardo Francisco, técnico de Angola.

Apenas Angola e Noruega têm duas vitórias nos dois confrontos na chave. A vantagem das africanas se dá no saldo de gols: 35 a 21. Em terceiro lugar está a Polônia, com uma vitória e 28 gols de saldo. Mesmo número de triunfos da Espanha, que tem apenas dois gols de saldo. Paraguai e Argentina acumulam duas derrotas cada e seguram a lanterna.

As equipes voltam à quadra apenas na quarta-feira. A líder Angola enfrenta a Polônia. Por sua vez, a Espanha enfrentará a Argentina. Noruega e Paraguai fecham a terceira rodada.