icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
30/12/2013
14:57

Totalmente recuperada de uma ruptura do ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, a central Angélica, do Vôlei Amil, termina o ano cheia de perspectivas para 2014. Após ficar sete meses fora das quadras para se recuperar, ela acredita que se livrou de uma ansiedade que era comum em seu dia a dia.

– Na verdade, sempre fui muito impaciente e ambiciosa, mas a lesão me tornou uma pessoa mais paciente e um pouco menos ansiosa. A volta vai ser gradativa. Eu me cobro muito, então tem a minha cobrança de rendimento, mas sei que isso não vai acontecer já. Acredito que com os treinos, jogos, tempo em quadra, tudo vai voltar naturalmente, acredito que não vai demorar tanto, pois estou bem fisicamente – afirmou.

A jogadora foi uma das apostas da equipe comandada por José Roberto Guimarães para buscar o título inédito da Superliga Feminina. Porém, em maio, quando treinava com a Seleção Brasileira, ela sofreu a lesão que interrompeu temporariamente a chance de atuar entre algumas das melhores atletas do país.

Agora, porém, a central de 1,90m se vê em boas condições físicas e espera recuperar a parte técnica para ajudar o time a buscar seu grande objetivo na temporada:

– Foi um período muito difícil, mas que passou, foi superado. Espero entrar em 2014 em boas condições físicas e técnicas. Nossa meta era estar liberada no início de janeiro, mas como veio 20 dias antes, melhor ainda – comemora.

Angélica retornou às quadras no dia 20 de dezembro, quando entrou no final do terceiro set na vitória por 3 sets a 0 sobre o Uniara, em Araraquara. Seu próximo desafio com a equipe de Campinas é no dia 7 de janeiro, às 19h30, diante do Brasília Vôlei, na Arena Amil.