icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/03/2014
14:22

O tenista Andy Murray (6º do ranking) anunciou nesta quarta-feira que não trabalhará mais com o técnico Ivan Lendl. Sob os comandos do ex-tenista tcheco desde o início de 2012, o britânico venceu dois Grand Slams, o Aberto dos Estados Unidos e Wimbledon, e também foi campeão olímpico em Londres-2012.

- Trabalhar com Andy nos últimos dois anos foi fantástico para mim. Ele é um rapaz de primeira classe. O ajudei a obter títulos grandes, mas sinto que é hora de concentrar em alguns dos meus projetos, incluindo jogar alguns eventos ao redor do mundo. Estarei sempre ao redor de Andy e desejo a ele nada além de muito sucesso - disse Lendl, de 54 anos.

Prestes a iniciar a disputa do Masters 1.000 de Miami, onde defende o título, Murray se mostrou agradecido ao ex-tenista.

- Serei eternamente grato ao Ivan por todo o trabalho duro nos últimos dois anos, os mais bem sucedidos de minha carreira. Como um time, aprendemos muito e isso definitivamente será benéfico no futuro - disse o britânico de 26 anos.

Ivan Lendl é um dos grandes nomes da história do tênis. Naturalizado americano, ele foi número um do mundo e conquistou 94 títulos.

Este ano, Murray não vive grande fase e ainda não conquistou nenhum título. Seu melhor resultado foi a semifinal no ATP 500 de Acapulco (MEX).