icons.title signature.placeholder Rodrigo Vessoni
20/11/2013
19:06

O ex-presidente Andrés Sanchez viajará nesta segunda-feira para a cidade de Abu Dhabi para negociar a venda do naming rights (propriedade sobre o nome) da Arena Corinthians. A informação foi divulgada pela Folha de S. Paulo.

Acompanhado de um advogado do clube e do conselheiro Edgar Ortiz, Andrés se reunirá com xeques que representam a Abu Dhabi Investiment Authority, o maior fundo dos Emirados Árabes Unidos. De acordo com a revista Exame, a Adia tem um aporte financeiro de US$ 630 bilhões (cerca de R$ 1,4 trilhão).

Segundo Ortiz, que se diz um representante do fundo, as reuniões estão marcadas para quarta e quinta-feira. A intenção do clube é vender o nome do futuro estádio em Itaquera por R$ 400 milhões, com autorização de exploração do nome por 20 anos. As companhias aéreas Emirates, de Dubai, e a Etihad, de Abu Dhabi, pertencem à Adia. Uma delas poderá ser escolhida para dar nome à Arena Corinthians.

- Não dá para garantir que haverá sucesso nas negociações, mas a chance existe e é boa. Eu diria que 50% de sair negócio - afirmou Ortiz, em entrevista ao LANCE!Net.

De acordo com o conselheiro, os xeques ficaram receosos com as manifestações contrárias à Copa do Mundo de 2014 durante a Copa das Confederações e também com a possibilidade de o estádio do Corinthians não ficar pronto. Porém, com o avanço das obras (94%) e o início da venda de ingressos por parte da Fifa, o temor cessou.

- Mandamos vídeos e fotos do estádio, eles viram o início da venda de ingresso e nos chamaram até lá - afirmou Ortiz, que afirma que sua viagem será custeada pela Adia e não pelo clube.

Vale lembrar que essa não é a primeira viagem de Andrés Sanchez aos Emirados Árabes Unidos. No final do mês de outubro, o presidente foi até lá acompanhado de um empresário, mas para conversar com outro fundo de investimento.