icons.title signature.placeholder Lucas Faraldo Knopf
10/06/2014
16:24

Andrés Sanchez, homem-forte por trás da construção da Arena Corinthians, volta ao Brasil na noite desta terça-feira após viagem aos Emirados Árabes, onde realizou conversas com empresários sobre o naming rights do estádio alvinegro. O ex-presidente do Timão está no Oriente Médio desde o último sábado, segundo pessoas próximas ao dirigente.

No último mês de maio, Andrés já havia visitado o Emirado de Abu Dhabi, onde se reuniu com executivos do Abu Dhabi Investiment Authority, fundo árabe ligado às empresas aéreas Emirates e Etihad. Ambas estariam interessadas em batizar o estádio do Corinthians.

O clube não aceita negociar os naming rights de sua arena por valores inferiores a R$ 400 milhões para um contrato válido para os próximos 20 anos. Ou seja, o Timão quer receber, no mínimo, o correspondende a R$ 20 milhões por temporada. 

Atualmente, a Arena Corinthians está entregue à Fifa, já que recebe na próxima quinta-feira a abertura da Copa do Mundo, com partida entre Brasil e Croácia. O estádio será palco de mais cinco jogos: Uruguai x Inglaterra (19 de junho), Holanda x Chile (23 de junho), Coréia do Sul x Bélgica (26 de junho), uma oitava de final (1º de julho) e uma semifinal (9 de julho).