icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
25/07/2014
15:04

A passagem da Seleção Feminina de vôlei pelos Estados Unidos foi proveitosa na opinião da oposto Andréia. A jogadora, que se prepara para disputar seu primeiro Grand Prix - foi convocada pela primeira vez este ano -, destaca a convivência do grupo como um fator importante, apesar das derrotas.

– Valeu muito pela convivência do grupo, pois ficamos juntas o tempo todo. Deu para sentir que o grupo estará unido tanto nas horas boas, quanto nos momentos de dificuldades – afirmou a jogadora, que briga por posição com a bicampeã olímpica Sheilla e com Tandara.

O Brasil perdeu os quatro amistosos contra o time americano: um por 3 a 0, um por 3 a 1 e dois por 3 a 2. A experiência serviu para as comandadas de José Roberto Guimarães colocarem em prática um jogo mais veloz.

– Deu para analisar bem os Estados Unidos, descobrir seus pontos fortes e fracos e perceber aonde precisamos melhorar para derrotá-las – completou.

A Seleção estreia do Grand Prix no dia 1º de Agosto, quando enfrenta a China, em Sassari (ITA). A equipe busca o décimo título. Apenas 14 das 17 atletas que treinavam em Saquarema devem viajar para a primeira etapa.