icons.title signature.placeholder Bruno Braz e Rodrigo Ciantar
01/11/2013
07:32

De titular absoluto e artilheiro do time na temporada, André pode terminar o ano pelo Vasco na "baba"! Segundo o LANCE!Net apurou, foi por conta de um atraso nesta quinta, justamente na segunda atividade sob o comando de Adilson Batista, que o atacante sequer treinou entre os reservas. Esta atitude, por sinal, faz com que ele corra o risco de não ser relacionado para a viagem desta sexta a Macaé, onde o Cruz-Maltino enfrenta o Coritiba.

Esta, aliás, não é a primeira vez que André chega atrasado a um treinamento no Vasco. No dia 23 de outubro, ele e mais dois jogadores também se atrasaram. A justificativa foi o trânsito na cidade. Nesta sexta, o atacante acabou participando de uma movimentação apenas com atletas em fase final de recuperação ou suspensos.

André já havia perdido a vaga ainda quando Dorival Júnior estava no cargo – Thalles virou titular. Havia uma expectativa de que a mudança de treinador pudesse resultar em uma nova chance ao camisa 9. Mas Adilson Batista mostrou, pelo menos neste primeiro momento, ter outras preferências para o ataque da equipe.

A "enquadrada" dada pelos dirigentes, cobrando André pelos excessos na noite, serviu até certo ponto. O atacante não tem mais sido visto nos badalados eventos do Rio, mas há um sentimento de que o jogador também mostra certo pouco caso com a situação do clube e dele próprio. Nesta quinta, por exemplo, não pareceu incomodado com a barração.

Tecnicamente, André, de fato, não vinha deixando a desejar. Desde que chegou, fez gols (11 no total) e virou febre entre os torcedores com a comemoração do "Bigode Grosso". Mas teve uma repentina queda e, aos poucos, foi perdendo moral por ser visto constantemente na noite.

Em uma das vezes, inclusive, foi para uma festa horas depois que torcedores invadiram São Januário para protestar. Tal fato deixou dirigentes ainda mais incomodados. Por isso, houve uma reunião com ele para pedir cautela e comprometimento.