icons.title signature.placeholder VINÍCIUS PERAZZINI
25/06/2014
12:53

Recife será palco de uma 'briga' entre dois grandes amigos nesta quinta-feira. O duelo entre Estados Unidos e Alemanha coloca frente a frente Jurgen Klinsmann e Joachim Low, grandes parceiros e técnicos das respectivas seleções. O duelo vale vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo e até mesmo a liderança do grupo G. Diante de tanta coisa em jogo, os treinadores chegaram a até mesmo cortar contato temporariamente.

A relação existe desde 2004, quando o hoje técnico da Alemanha era auxiliar de Klinsmann na seleção germânica, na época em que a atual geração de craques estava sendo formada. Ambos trabalharam juntos até a Copa de 2006.

- Somos muito amigos, temos uma forma de pensar parecida, somos da mesma região, porém agora deixamos os nossos telefones um pouco de lado. Depois da Copa, voltaremos a nos falar e visitar - disse Klinsmann, para em seguida exaltar o trabalho de Low.

- Ele desenvolveu uma equipe com confiança, qualidade, bom estilo de jogo e muitos jovens jogando em velocidade. É muito legal ver a seleção da Alemanha e tenho muito orgulho. A Alemanha tem força para buscar o título.

Apesar dos diversos elogios, Klinsmann espera dificultar em muito a vida de Low.

- Quero que meus jogadores deem tudo o que tenham, como foi nos jogos anteriores. Somos muito capazes de vencer a Alemanha. Temos muito foco para conseguir isso e passar de fase - destacou o treinador do time americano, em entrevista coletiva nesta quarta-feira, na Arena Pernambuco, antes do treino de reconhecimento do gramado.