icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
19/08/2015
23:59

Com o foco no Brasileirão, Ponte Preta e Chapecoense se enfretaram com reservas, nesta quarta, e empataram por 1 a 1, no Moisés Lucarelli. A partida foi válida pela ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Em sua estreia em competições internacionais, a Chape saiu na frente com Wagner, mas sofreu o empate no fim, com gol de Leandrinho.

O resultado deixou o confronto em aberto. Um empate sem gols classifica o Verdão do Oeste. Um novo 1 a 1 leva o jogo às penalidades. Qualquer outro empate dá a vaga à Ponte. Quem vencer, avança e encara o vencedor de Libertad x Universidad Católica ou Danúbio, na fase internacional da competição. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta, às 22h, na Arena Condá. 

Visando o confronto com o Grêmio, neste domingo, pelo Brasileirão, Doriva mandou a campo uma equipe praticamente reserva. A Chapecoense também entrou com atletas que geralmente são suplentes. Os primeiros minutos do embate foram marcados pela falta de entrosamento das duas equipes, que não conseguiam chegar ao gol com qualidade. 

Aos 17, Bady rolou para Cesinha, que chutou perto da meta e quase abriu o placar para a Ponte. O jogo não empolgou, e as chances não apareciam. Somente aos 40, a Chape assustou a defesa da Macaca. Roger recebeu passe de Caramelo e bateu para o gol, mas errou o alvo. A equipe da casa respondeu logo depois. Celsinho entrou cara a cara com o goleiro mas bateu para fora, disperdiçando grande oportunidade. 

Na etapa final, o jogo ficou mais franco, e o gol não demorou a sair. Aos 12, João Afonso foi ao fundo e cruzou para Wagner, que completou para o fundo das redes, abrindo o placar para a Chapecoense. Pouco depois, Willian Bárbio ia fazendo o segundo, mas o goleiro Lomba evitou o tento. Aos 25, a Ponte quase chegou à igualdade com Leandrinho, que soltou a bomba, mas o goleiro Silvio fez a defesa.

A Macaca seguiu pressionando. Após chute de Juninho, Rafael Lima salvou em cima da linha o que seria o tento de empate da Ponte. No entanto, de tanto tentar, o gol saiu. Aos 42, Leandrinho marcou e deu o empate ao time da casa.

Com o foco no Brasileirão, Ponte Preta e Chapecoense se enfretaram com reservas, nesta quarta, e empataram por 1 a 1, no Moisés Lucarelli. A partida foi válida pela ida da segunda fase da Copa Sul-Americana. Em sua estreia em competições internacionais, a Chape saiu na frente com Wagner, mas sofreu o empate no fim, com gol de Leandrinho.

O resultado deixou o confronto em aberto. Um empate sem gols classifica o Verdão do Oeste. Um novo 1 a 1 leva o jogo às penalidades. Qualquer outro empate dá a vaga à Ponte. Quem vencer, avança e encara o vencedor de Libertad x Universidad Católica ou Danúbio, na fase internacional da competição. As duas equipes voltam a se enfrentar na próxima quarta, às 22h, na Arena Condá. 

Visando o confronto com o Grêmio, neste domingo, pelo Brasileirão, Doriva mandou a campo uma equipe praticamente reserva. A Chapecoense também entrou com atletas que geralmente são suplentes. Os primeiros minutos do embate foram marcados pela falta de entrosamento das duas equipes, que não conseguiam chegar ao gol com qualidade. 

Aos 17, Bady rolou para Cesinha, que chutou perto da meta e quase abriu o placar para a Ponte. O jogo não empolgou, e as chances não apareciam. Somente aos 40, a Chape assustou a defesa da Macaca. Roger recebeu passe de Caramelo e bateu para o gol, mas errou o alvo. A equipe da casa respondeu logo depois. Celsinho entrou cara a cara com o goleiro mas bateu para fora, disperdiçando grande oportunidade. 

Na etapa final, o jogo ficou mais franco, e o gol não demorou a sair. Aos 12, João Afonso foi ao fundo e cruzou para Wagner, que completou para o fundo das redes, abrindo o placar para a Chapecoense. Pouco depois, Willian Bárbio ia fazendo o segundo, mas o goleiro Lomba evitou o tento. Aos 25, a Ponte quase chegou à igualdade com Leandrinho, que soltou a bomba, mas o goleiro Silvio fez a defesa.

A Macaca seguiu pressionando. Após chute de Juninho, Rafael Lima salvou em cima da linha o que seria o tento de empate da Ponte. No entanto, de tanto tentar, o gol saiu. Aos 42, Leandrinho marcou e deu o empate ao time da casa.