icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
20/08/2015
23:07

Sem poupar os titulares, o Atlético-PR encarou o Joinville, repleto de reservas, nesta quinta-feira, pela Copa Sul-Americana e venceu com propriedade fora de casa. Na Arena Joinville, o Furacão fez 2 a 0 e deu passo importante rumo às oitavas da competição. A partida foi válida pela ida da segunda fase. As duas equipes voltam a duelar na próxima quinta, às 21h15, na Arena da Baixada.

O resultado deixou o Furacão confortável no duelo. O Rubro-Negro paranaense pode perder por um gol de diferença que se classifica. Em caso de derrota por 2 a 0, a partida vai aos pênaltis. O JEC só avança caso vença por dois gols de diferença - marcando, no mínimo, três gols -, ou triunfando por três tentos de diferença. Quem passar no confronto, encara o vencedor entre Tolima e Junior Barranquila.

E MAIS
> Confira a tabela completa do Copa Sul-Americana

O JOGO

O primeiro tempo foi movimentado. No início, o time da casa tomou as rédeas e finalizou primeiro. Lucas Crispim assustou em falta cobrada aos quatro minutos, mas a bola passou à esquerda de Weverton. O Atlético-PR começou a dominar as ações e assustar. Após cruzamento de Walter, Douglas Coutinho completou com a mão e botou a bola nas redes. No entanto, o gol foi anulado pela arbitragem corretamente.

Apesar do domínio territorial, o Furacão não conseguia ser incisivo. Na melhor jogada do primeiro tempo, Walter deu lindo passe e deixou Coutinho de frente para o gol. No entanto, o atacante bateu fraco, no meio do gol, facilitando a defesa do goleiro Agenor. O JEC voltou a assustar. De falta, Bruno Aguiar obrigou Weverton a fazer boa defesa. Aos 42, em boa trama de ataque, Eduardo centrou para a área, e Walter, como típico centroavante, completou para o gol, de sola, abrindo o placar.

A etapa inicial começou letárgica. Com ânimos mais amenos, as duas equipes demoraram a engrenar e finalizar. Aos 19, Marcelinho Paraíba cobrou falta com maestria e quase marcou, mas a bola beijou a rede pelo lado de fora, assustando Weverton. A resposta paranaense também foi com perigo. Walter fez linda inversão de bola, Marcos Guilherme ajeitou, e Nikão bateu forte. Com a pontaria mais afiada, o Atlético-PR logo ampliou. Aos 24, Nikão bateu escanteio, na medida, e Douglas Coutinho, de cabeça, se antecipou à zaga para ampliar na Arena Joiville.

Novamente, Nikão centrou para a área e deu trabalho à defesa do JEC. O zagueiro Kadu apareceu e desviou, mas errou a meta do goleiro Agenor. O Atlético seguiu mais contundente e quase deixou o placar elástico. Walter cruzou para a área, mas ninguém chegou para completar para as redes. No entanto, o placar seguiu e o Atlético ficou perto das oitavas.

FICHA TÉCNICA

JOINVILLE  0 X 2 ATLÉTICO-PR 

Estádio: Arena Joinville, em Joinville (SC)
Data/hora: 20/08/2015 - 21h15 (de Brasília)
Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Auxiliares: Miguel Nievas (URU) e Richardo Trindad (URU)
Renda/Público: 3.064 pagantes / Renda: R$ 79.395,00
Cartão amarelo: Mário Sérgio (JEC); Douglas Coutinho, Eduardo, Weverton, Kadu (CAP)
Cartão Vermelho: Não houve.

GOLS:  Walter (42'/1ºT); (0-1) ; Douglas Coutinho (24'/2ºT); (0-2); 

JOINVILLE: Agenor; Mário Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Rogério (Diego - Intervalo); Kadu, Anselmo e Lucas Crispim; Marion, Silvinho (Willian Popp - 26'/2ºT) e Mariano Trípodi (Marcelinho Paraíba - 11'/2ºT). Técnico: PC Gusmão.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Kadu, Vilches (Gustavo - 16'/2ºT), Alan Ruschel (Sidcley - 5'/1ºT); Otávio, Deivid, Marcos Guilherme, Daniel Hernández (Nikão - 12'/2ºT) e Douglas Coutinho; Walter. Técnico: Milton Mendes.

Sem poupar os titulares, o Atlético-PR encarou o Joinville, repleto de reservas, nesta quinta-feira, pela Copa Sul-Americana e venceu com propriedade fora de casa. Na Arena Joinville, o Furacão fez 2 a 0 e deu passo importante rumo às oitavas da competição. A partida foi válida pela ida da segunda fase. As duas equipes voltam a duelar na próxima quinta, às 21h15, na Arena da Baixada.

O resultado deixou o Furacão confortável no duelo. O Rubro-Negro paranaense pode perder por um gol de diferença que se classifica. Em caso de derrota por 2 a 0, a partida vai aos pênaltis. O JEC só avança caso vença por dois gols de diferença - marcando, no mínimo, três gols -, ou triunfando por três tentos de diferença. Quem passar no confronto, encara o vencedor entre Tolima e Junior Barranquila.

E MAIS
> Confira a tabela completa do Copa Sul-Americana

O JOGO

O primeiro tempo foi movimentado. No início, o time da casa tomou as rédeas e finalizou primeiro. Lucas Crispim assustou em falta cobrada aos quatro minutos, mas a bola passou à esquerda de Weverton. O Atlético-PR começou a dominar as ações e assustar. Após cruzamento de Walter, Douglas Coutinho completou com a mão e botou a bola nas redes. No entanto, o gol foi anulado pela arbitragem corretamente.

Apesar do domínio territorial, o Furacão não conseguia ser incisivo. Na melhor jogada do primeiro tempo, Walter deu lindo passe e deixou Coutinho de frente para o gol. No entanto, o atacante bateu fraco, no meio do gol, facilitando a defesa do goleiro Agenor. O JEC voltou a assustar. De falta, Bruno Aguiar obrigou Weverton a fazer boa defesa. Aos 42, em boa trama de ataque, Eduardo centrou para a área, e Walter, como típico centroavante, completou para o gol, de sola, abrindo o placar.

A etapa inicial começou letárgica. Com ânimos mais amenos, as duas equipes demoraram a engrenar e finalizar. Aos 19, Marcelinho Paraíba cobrou falta com maestria e quase marcou, mas a bola beijou a rede pelo lado de fora, assustando Weverton. A resposta paranaense também foi com perigo. Walter fez linda inversão de bola, Marcos Guilherme ajeitou, e Nikão bateu forte. Com a pontaria mais afiada, o Atlético-PR logo ampliou. Aos 24, Nikão bateu escanteio, na medida, e Douglas Coutinho, de cabeça, se antecipou à zaga para ampliar na Arena Joiville.

Novamente, Nikão centrou para a área e deu trabalho à defesa do JEC. O zagueiro Kadu apareceu e desviou, mas errou a meta do goleiro Agenor. O Atlético seguiu mais contundente e quase deixou o placar elástico. Walter cruzou para a área, mas ninguém chegou para completar para as redes. No entanto, o placar seguiu e o Atlético ficou perto das oitavas.

FICHA TÉCNICA

JOINVILLE  0 X 2 ATLÉTICO-PR 

Estádio: Arena Joinville, em Joinville (SC)
Data/hora: 20/08/2015 - 21h15 (de Brasília)
Árbitro: Christian Ferreyra (URU)
Auxiliares: Miguel Nievas (URU) e Richardo Trindad (URU)
Renda/Público: 3.064 pagantes / Renda: R$ 79.395,00
Cartão amarelo: Mário Sérgio (JEC); Douglas Coutinho, Eduardo, Weverton, Kadu (CAP)
Cartão Vermelho: Não houve.

GOLS:  Walter (42'/1ºT); (0-1) ; Douglas Coutinho (24'/2ºT); (0-2); 

JOINVILLE: Agenor; Mário Sérgio, Bruno Aguiar, Guti e Rogério (Diego - Intervalo); Kadu, Anselmo e Lucas Crispim; Marion, Silvinho (Willian Popp - 26'/2ºT) e Mariano Trípodi (Marcelinho Paraíba - 11'/2ºT). Técnico: PC Gusmão.

ATLÉTICO-PR: Weverton; Eduardo, Kadu, Vilches (Gustavo - 16'/2ºT), Alan Ruschel (Sidcley - 5'/1ºT); Otávio, Deivid, Marcos Guilherme, Daniel Hernández (Nikão - 12'/2ºT) e Douglas Coutinho; Walter. Técnico: Milton Mendes.