icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
06/11/2013
08:38

Ausência sentida na seleção americana durante o Grand Prix deste ano, Logan Tom abdicou sua participação no principal torneio da temporada pelos estudos. Durante o período, ela começou a parte final da faculdade de economia na Universidade de Stanford.

A jogadora se matriculou na instituição em 1999 e não se formou com sua turma. Durante sua vida acadêmica, ela defendeu os Estados Unidos na Olimpíada de Sydney, em 2000, aos 19 anos. No início do mês, ela entrou no Hall da Fama da instituição como uma das jogadoras de vôlei mais promissoras da história de Stanford.

- É reconfortante, mesmo dez anos depois. Essa é uma das coisas que faz Stanford ser tão especial - disse a jogadora.

Logan defendeu a Unilever na última temporada e fez parte da campanha do título da Superliga Feminina. Por sua seleção, ela foi duas vezes prata nas Olimpíadas de Pequim, em 2008, e Londres, em 2012, justamente para o Brasil.