icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
26/07/2013
17:42

Sem atuar desde o dia 8 de junho, data da última rodada da Segundona do Rio, o America se prepara para a fase final da competição. Dono de uma classificação conturbada, com direito a disputa judicial que resultou na paralisação do campeonato, o time rubro aguarda uma nova definição, já que o Goytacaz não pensa em largar mão da situação e pretende recorrer a seu favor. O time de Campos argumenta que escalou irregularmente o zagueiro Talis, estopim da paralisação, apenas uma vez e por isso defende a perda de somente três pontos.

Alex Perpeto, diretor-executivo de futebol do America, comentou sobre a situação.

- O nosso objetivo do trabalho, que é o triangular, seria independente do resultado judicial. Já tínhamos certeza do resultado, certeza no sentido de: a infração foi cometida, o jogador foi julgado, jogou irregular, então, contra fatos não existem argumentos. Agora, a gente ta na crescente do nosso trabalho, a pegada está ficando cada vez mais pesada. Pretendemos entrar 'tinindo' no triangular final – afirmou o dirigente ao LANCE!Net.

E MAIS:
> TJD-RJ mantém punição de seis pontos ao Goytacaz e América-RJ segue sonhando com acesso
> No América-RJ, Allan retoma treinamento com bola
> America-RJ decide futuro de nove atletas do clube

Paralelamente a isto está a vontade americana de fazer valer os nove pontos de punição e não apenas os seis, como foi estabelecido nas últimas duas decisões, sendo a última há cinco dias atrás.

- Acho que o tribunal também torce para o América, sem dúvida fomos prejudicados por não sermos da capital. O caso tinha que ser muito bem analisado, mas com apenas 30 segundos, o relator e o procurador já despacharam. Vamos agora recorrer ao STDJ, e dependendo do que acontecer, não descartaremos a possibilidade de recorrer à justiça comum. Enquanto tivermos chances, vamos correr atrás - disse Jomar Garcia, Presidente do Goytacaz.

Sem atuar desde o dia 8 de junho, data da última rodada da Segundona do Rio, o America se prepara para a fase final da competição. Dono de uma classificação conturbada, com direito a disputa judicial que resultou na paralisação do campeonato, o time rubro aguarda uma nova definição, já que o Goytacaz não pensa em largar mão da situação e pretende recorrer a seu favor. O time de Campos argumenta que escalou irregularmente o zagueiro Talis, estopim da paralisação, apenas uma vez e por isso defende a perda de somente três pontos.

Alex Perpeto, diretor-executivo de futebol do America, comentou sobre a situação.

- O nosso objetivo do trabalho, que é o triangular, seria independente do resultado judicial. Já tínhamos certeza do resultado, certeza no sentido de: a infração foi cometida, o jogador foi julgado, jogou irregular, então, contra fatos não existem argumentos. Agora, a gente ta na crescente do nosso trabalho, a pegada está ficando cada vez mais pesada. Pretendemos entrar 'tinindo' no triangular final – afirmou o dirigente ao LANCE!Net.

E MAIS:
> TJD-RJ mantém punição de seis pontos ao Goytacaz e América-RJ segue sonhando com acesso
> No América-RJ, Allan retoma treinamento com bola
> America-RJ decide futuro de nove atletas do clube

Paralelamente a isto está a vontade americana de fazer valer os nove pontos de punição e não apenas os seis, como foi estabelecido nas últimas duas decisões, sendo a última há cinco dias atrás.

- Acho que o tribunal também torce para o América, sem dúvida fomos prejudicados por não sermos da capital. O caso tinha que ser muito bem analisado, mas com apenas 30 segundos, o relator e o procurador já despacharam. Vamos agora recorrer ao STDJ, e dependendo do que acontecer, não descartaremos a possibilidade de recorrer à justiça comum. Enquanto tivermos chances, vamos correr atrás - disse Jomar Garcia, Presidente do Goytacaz.