icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
icons.title signature.placeholder Craque do Futuro
23/07/2013
13:55

Com alguns atletas com contratos próximos do fim, o America-RJ decidiu renovar seu vínculo com cinco jogadores. Os goleiros Lugão e Espíndula, o zagueiro Bruno Ronzei e os laterais Da Costa e Clayton irão continuar no clube para a disputa do triangular final da Série B do Campeonato Carioca e, posteriormente, para a disputa da Copa Rio.

Em contrapartida, o volante Jorginho, os laterais Thiago Abreu e jeferson e o meia Diego Cunha não mais fazem parte dos planos da equipe. Com contratos expirando no próximo dia 31/07, estes atletas não permanecerão no clube.

Em preparação para o triangular final da Série B do Carioca, que será realizado após a Taça Corcovado, a equipe só volta a treinar na próxima segunda feira.

A competição segue paralisada, apesar da decisão favorável ao America-RJ. O Goytacaz-RJ ainda luta para a redução da punição para apenas três pontos negativos. Adversário também nos tribunais, o clube Rubro também recorreu, e luta pelo aumento da pena de seis para nove pontos de punição.

Com alguns atletas com contratos próximos do fim, o America-RJ decidiu renovar seu vínculo com cinco jogadores. Os goleiros Lugão e Espíndula, o zagueiro Bruno Ronzei e os laterais Da Costa e Clayton irão continuar no clube para a disputa do triangular final da Série B do Campeonato Carioca e, posteriormente, para a disputa da Copa Rio.

Em contrapartida, o volante Jorginho, os laterais Thiago Abreu e jeferson e o meia Diego Cunha não mais fazem parte dos planos da equipe. Com contratos expirando no próximo dia 31/07, estes atletas não permanecerão no clube.

Em preparação para o triangular final da Série B do Carioca, que será realizado após a Taça Corcovado, a equipe só volta a treinar na próxima segunda feira.

A competição segue paralisada, apesar da decisão favorável ao America-RJ. O Goytacaz-RJ ainda luta para a redução da punição para apenas três pontos negativos. Adversário também nos tribunais, o clube Rubro também recorreu, e luta pelo aumento da pena de seis para nove pontos de punição.