icons.title signature.placeholder João Pedro Marins e Luis Fernando Coutinho
06/11/2013
10:00

Perto de realizar sua segunda luta pelo Ultimate, que acontece contra Germaine de Randamie, nesta quarta-feira, pelo UFC Fight Night Combate: Natal x Kennedy, Amanda Nunes tem dois objetivos bem traçados na carreira. Um deles é o sonho de quase todos lutadores de MMA: conquistar o cinturão do UFC; o outro é realizar uma revanche contra Alexis Davis, única lutadora a derrotá-la por nocaute. Em entrevista ao LANCE!Net, a "Leoa" comentou sobre a rivalidade com a canadense.

- Quero muito lutar contra a Alexis Davis de novo. Ela luta no mesmo dia que eu e quero enfrentá-la depois. O fato de eu ter sido nocauteada por ela me marcou muito. Não estava passando por um bom momento quando a enfrentei pelo Strikeforce e ainda sofri o nocaute. Perdi de uma forma que odeio. Se tem alguém no UFC que quero enfrentar, é ela - revelou a brasileira, que ainda "condicionou" o confronto a uma vitória de Alexis nesta quarta.

- Se ela perder, ficaria difícil de enfrentá-la agora porque pode atrapalhar meu objetivo, que é o cinturão. Vou torcer para ela vencer porque quero essa revanche. Das minhas derrotas na carreira, é a única que eu quero recuperar - completou a atleta, que possui oito vitórias e três derrotas em seu cartel.

Antes de pensar em ter um reencontro com Alexis Davis, a brasileira tem outro desafio pela frente. Nesta quarta-feira, ela encara Germaine de Randamie, em Fort Campbell, nos Estados Unidos. Segundo Amanda, sua adversária não evoluiu muito durante sua carreira de MMA e, analisando o jogo da holandesa, a "Leoa" garantiu estar em vantagem tanto na luta em pé quanto no chão.

Amanda nocauteou Sheila Gaff em sua estreia no Ultimate (FOTO: Alvaro Rosa/LANCE!Press)

- O estilo dela continua o mesmo desde a primeira luta. Ela é uma striker e não mostrou nada de chão em nenhuma luta. Quando tiver a oportunidade, colocarei a luta para baixo, mas também tenho uma vantagem muito grande na luta em pé. Acredito muito na minha mão e, se ela der uma brecha, vou nocautear - declarou a lutadora, em conversa por telefone com o L!Net.

Assim como Amanda, a lutadora holandesa também realizará sua segunda luta pelo Ultimate. As duas atletas estrearam com vitória pela organização e estão em busca do segundo triunfo consecutivo. O confronto está marcado para o card preliminar do evento desta quarta. Na luta principal do show, o brasileiro Rafael Natal encara Tim Kennedy pela divisão dos médios.

Confira um bate-bola com Amanda Nunes: 
Qual sua estratégia para o combate contra Randamie?
Vou fazer minha parte em pé e, na hora que ela me der a oportunidade, vou colocá-la para baixo. Tanto em cima quanto embaixo, vou buscar finalizar a todo momento.

Quão perto você se considera estar do cinturão?
Acredito que, depois dessa luta, lutarei mais uma vez contra uma das top contenders e aí vou para o cinturão. Essa luta vai ser um passo grande para chegar até la.

Você teme enfrentar alguma brasileira no caminho pelo título?
Sigo meu objetivo. Quem tiver pela frente, vou passar. Quero ser número 1 do mundo. Seja brasileira, americana, vou passar por cima.

Após estrear no Rio, você lutará agora pelo UFC nos EUA... Qual é o sentimento?
Tenho muitos fãs aqui na América. Moro aqui e recebo muitos recados de carinho. Não tem muita diferença. Claro que o Brasil é minha nação, o sentimento é mais forte. Mas, tenho o estilo que as pessoas gostam de ver. Vou buscar o nocaute ou finalização, para o Brasil, para os Estados Unidos, todo mundo.

O UFC Fight Night no Combate – Kennedy x Natal acontece a partir das 18h15 desta quarta. O show terá transmissão completa e exclusiva do canal Combate.

Confira as lutas do show
CARD PRINCIPAL
Tim Kennedy x Rafael Natal
Liz Carmouche x Alexis Davis
Ronny Markes x Yoel Romero
Jorge Masvidal x Rustam Khabilov
Colton Smith x Michael Chiesa
CARD PRELIMINAR
Bobby Green x James Krause
George Roop x Francisco Rivera
Dennis Bermudez x Steven Siler
Amanda Nunes x Germaine de Randamie
Chris Camozzi x Lorenz Larkin
Yves Edwards x Yancy Medeiros
Neil Magny x Seth Baczynski
Derek Brunson x Brian Houston