icons.title signature.placeholder Paulo Victor Reis
27/11/2013
21:14

O Botafogo e sua torcida velaram o corpo do eterno ídolo alvinegro Nilton Santos na noite desta quarta-feira, na sede social do clube, em General Severiano. Com presença de dirigentes e ex-jogadores, como o goleiro Adalberto, a cerimônia foi marcada pela emoção de todos os presentes. Vestidos com a camisa do Glorioso, aguns torcedores choraram ao lado do caixão do ex-camisa 6. 

O vice-presidente de futebol do Botafogo, Chico Fonseca, lamentou muito a perda do ídolo, que faleceu na tarde desta quarta-feira, aos 88 anos, na Fundação Bela Lopes, em Botafogo, Zona Sul do Rio de Janeiro.

- Nilton Santos representou tudo para o Botafogo. A história dele se funde com a do clube. Desde o dia em que ele entrou aqui na sede de General Severiano, ele nunca mais saiu. Ele participou ativamente da vida do Botafogo. É uma perda enorme, mas agora ele vira uma estrela no céu olhando pelo Botafogo - disse o dirigente, que já adiantou uma série de homenagens do clube à Enciclopédia do Futebol.

Casarão de General Severiano exibe bandeira de Nilton Santos (Foto: Paulo Victor Reis)

- Com certeza o departamento de marketing vai realizar ações do gênero, mas qualquer homenagem será pequena para o Nilton Santos - afirmou Chico Fonsesa, que, ao lado de outros dirigentes, representou o presidente Mauricio Assumpção, que não pôde comparecer ao velório, pois está em Zurique (SUI), na Fifa, pela CBF.

O velório do corpo do ex-jogador se estende até meia-noite, mas a sede será reaberta às 7h desta quinta-feira. Durante a tarde, às 16h, será realizado o sepultamento, no Cemitério São João Batista, também em Botafogo.

Homenagem a Nilton Santos, ídolo do Botafogo e da Seleção