icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
19/11/2014
22:32

O apito final do árbitro Anderson Daronco, na noite desta quarta-feira, em São Januário, desencadeou uma série de reações emocionadas dos jogadores do Botafogo, praticamente admitindo a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro em 2015. O volante Marcelo Mattos, por exemplo, começou a chorar copiosamente e saiu de campo abraçado a companheiros de time. O goleiro Jefferson, capitão do time, percebeu o abalo e reuniu os jogadores para uma corrente positiva, ainda dentro de campo.

– Como capitão, sabia que todos sairiam de cabeça baixa. No início, alguns já falavam que estavam tensos. Mas temos que levantar a cabeça, porque ainda não acabou – disse Jefferson, na saída de campo.

LEIA MAIS
> Torcida do Botafogo se divide após nova derrota no Brasileirão
> ATUAÇÕES: Jobson vira vilão e André Bahia se salva em revés do Botafogo
> Mancini se diz chateado com Jobson: 'Foi irresponsável. Não sei se vai a Chapecó'

O discurso do elenco, que já foi otimista em boa parte do segundo turno, agora é de incredulidade pela situação alvinegra na tabela.

– Não fizemos um jogo ruim. Foi uma boa partida. Mas a bola não está entrando e eles (Figueirense) chegam uma vez e fazem o gol. Aí complica – lamentou Dankler.