icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
26/03/2014
10:54

A chapa Avante Guarani, encabeçada por Álvaro Negrão, venceu as eleições do Conselho de Administração do Guarani Futebol Clube. Negrão foi reeleito vencendo a chapa Mude Já, do seu então vice, Horley Senna. Os dois assumiram o clube juntos em dezembro de 2012 após a renúncia de Marcelo Mingone, mas tiveram atritos durante a ultima gestão e viraram rivais.

O pleito ocorreu durante a ultima terça-feira e contou com a presença de 77% dos sócios, com o placar final de 297 votos contra 256.

Álvaro Negrão permanece no cargo por mais três anos e tenta reerguer o Guarani, que atualmente disputa a Série A2 do Campeonato Paulista e Série C do Brasileiro. O clube sofre também com uma dívida de cerca de R$ 200 milhões. A grande solução do presidente é o projeto imobiliário, que planeja vender o entorno do estádio Brinco de Ouro, localizado em uma área valorizada de Campinas.

- Não é uma vitória do Álvaro, é uma vitória de um grupo de verdadeiros bugrinos que se uniram com o intuito de trabalhar em prol do Guarani. E juntos vamos buscar a recuperação definitiva do Guarani - declarou Negrão, após a vitória nas urnas.

O Conselho de Administração da Chapa Avante Guarani é composto por Álvaro Negrão, Felipe Ramos Roselli, Adriano Hintze, Eric Keller Tavares de Camargo, Gustavo Moura Tavares, Luiz Antônio Carreira Torres e Maria Orlando Cristina Siqueira.

Já o Conselho Fiscal será formado por integrantes da chapa Mude Já: José Carlos Meloto Lovato, Antônio Carlos dos Santos, Acácio Amaral Barbosa, Clayton Mangulim e Palmeron Mendes Filho.

Dentro de campo, o Bugre é atualmente o décimo colocado da Série A2 do Paulista, a seis pontos do G4, faltando apenas quatro jogos para o final da competição. As chances de acesso são remotas e o clube já começa a pensar na disputa da Série C.