icons.title signature.placeholder Rodrigo Ciantar
23/12/2013
09:06

Como mostrado neste domingo pelo LANCE!Net, a diretoria vascaína vai discutir nesta semana um possível retorno de Felipe. A maioria dos dirigentes é favorável ao acerto, e até o alto salário dele, um dos pontos que poderia pesar contra, não seria problema na negociação.

No Fluminense, Felipe ganhava mensalmente R$ 300 mil, pagos pela patrocinadora Unimed. No Vasco, antes de sair, também ganhava algo próximo a esse valor. Mas já havia aceitado uma redução.

No fim do ano passado, o clube enfrentava dificuldades financeiras e iniciou uma conversa com o empresário de Felipe para uma redução salarial. O jogador aceitou. Mas, em meio a essa negociação, ele deu uma polêmica entrevista criticando René Simões e acabou tendo o contrato rescindido.

Para 2014, com a queda para a Série B, o Cruz-Maltino já definiu que terá uma redução no orçamento do futebol. Com isso, caso a diretoria decida tentar contratar Felipe, e ele aceite retornar, o salário será muito abaixo do que ele recebia nos dois anos anteriores, entre Fluminense e Vasco.

A diretoria vai colocar o nome de Felipe em pauta nesta semana, em meio às reuniões para definir o planejamento para 2014.