icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
21/02/2015
23:04

René Simões festejou como um verdadeiro torcedor botafoguense a virada sobre o Nova Iguaçu, por 2 a 1, neste sábado. Abraçou os jogadores e depois foi para o meio de campo saudar os quase 13 mil alvinegros que foram ao Estádio Nilton Santos. E a explosão de alegria se deve ao atacante Jobson, autor do gol da virada. E ele não poupou elogios ao antigo problema que tem se transformado em solução em 2015.

– Se ele é um novo Jobson eu não sei. Mas essa partida que fez foi a melhor. Teve um momento que foi o Jobson de sempre, no primeiro tempo, que poderia tocar para o Bill. Sei que o centroavante tem que fazer o gol. Profissionalmente ele vem trabalhando, pontualmente, e sempre vamos pensando uma coisa daqui, outra de lá. Só dependedele. Não estávamos fazendo nada
de especial com ele. O tratamos como com todos os jogadores. Quando vai bem é elogiado e quando não sofre com as consequências – comentou René.

Com o gol, Jobson chegou aos três tentos neste Campeonato Estadual, dois a menos do que o artilheiro Fred, do Fluminense.